Adestramento para gatos ajuda?

Atualmente, muito se fala sobre o adestramento de gatos. Condicionados como algumas pessoas fazem com os cães, os felinos cada vez mais realizam truques variados e obedecem aos seus tutores com excelência. Os gatos, por natureza, tendem a fazer aquilo que querem, da forma como querem, mas isso está mudando com o tempo, uma vez que estão cada vez mais próximos de nós e temos uma tendência a nos fascinar com todos os seres que fazem o que pedimos…

Felinos não tendem a seguir seus papais humanos de modo tão devotado como os cachorros e isso, na opinião de muita gente, é o que os torna animais tão incríveis. Queremos, nós, fazer com que os gatos se pareçam cada vez mais com os cachorros? Se sim, é difícil acreditar que isso um dia irá acontecer e mais do que isso: não valeria a pena tirar a essência de um para que se assimile com o outro…

Como adestrar um gato

É perfeitamente possível adestrar um gatinho, porém isso requer muita paciência, horas de dedicação e muito petisco e outros tipos de recompensa, como uma bela caçada ao seu brinquedo favorito.

Gatos que se frustram com a tarefa dificilmente a farão novamente, portanto é extremamente importante saber como conduzir o adestramento adequadamente e de uma maneira que seja atrativa para ele. Hoje existem diversos livros (inclusive de brasileiros) que falam sobre o tema e orientam os pais de felinos a ensinarem seus filhos de quatro patas.

Sempre que seu gatinho obedecer a um comando ou fizer um truque como você gostaria, fale em tom agradável com ele e ofereça um petisco ou faça com que ele brinque. Os gatos, quando perseguem algum objeto, simulam uma caçada real e devem sempre ser recompensados ao final com comida (porque é isso que aconteceria na natureza caso estivesse mesmo caçando um animal).

Felinos domésticos ainda têm seus instintos muito aflorados e a individualidade do animal e as particularidades de sua espécie devem ser levadas em conta a todo momento.

Educação e adestramento não são a mesma coisa

Educar um gato corretamente, por outro lado, é fundamental para a boa convivência com o bichano. Apesar de serem muito inteligentes e não precisarem ser educados quanto aos hábitos de higiene, por exemplo, eles precisam, sim, saber que não podem subir em cima da mesa de jantar e passar por cima dos pratos das visitas, assim como precisam ter noção de que não devem escalar a cortina e nem derrubar objetos das prateleiras.

Ter um pet educado facilita o dia a dia e torna a rotina mais harmoniosa na casa, livre de surpresas indesejadas.

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, quatro gatos e 11 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos. Hoje, é Coordenadora de Conteúdo Veterinário da Petlove.

6 Comentários

  • Olá, tenho dois gatinhos irmãos, castrados, estão com 2 anos e 6 meses, nunca brigaram super social, e neste fim de semana tiveram a primeira briga, tive que separar os dois até acalmar, tem algum dica para que eu possa reuni-los novamente. Um abraço .

    • Olá, Meiri! O ideal é tentar identificar porque a briga aconteceu, pois normalmente situações como essa tem a ver com disputa por recursos (como comida, cama, brinquedos etc). Como são castrados e sempre se deram bem, talvez tenha sido um fato isolado. Se você tem outros pets em casa além deles, isso também pode ter colaborado para a briga… É legal tentar aproximá-los logo para que não se habituem com essa separação, sempre os recompensando de forma positiva quando se comportam bem na frente do outro (dando carinho, petiscos que gostem etc) Um abraço!

  • Eu tenho gata bilames teve um gato pai dele cianes eu queria muito que fosse peludo que nem mais elee tem olho azul não fala e calmo brinca muito tem ulgum produto para cria mais pelo

  • Poderia nos dar dicas de como educar nossa gata? Se deixar ela destrói 2 papéis higiênicos por dia para tentar resolver estamos tentando-se com spray de água e não deixando o papel cheio no ligar só um quase vazio só que sempre vira “pó”

    • Olá, Bruna! O ideal é oferecer outras alternativas para o seu pet se ocupar e deixar de ver o papel higiênico como algo tão atrativo. Inclua mais atividades do dia a dia do seu gatinho e verá que isso melhorará com o tempo. Esconda petiscos pela casa e faça com que ele fique mais cansado, sempre oferecendo alimento depois de uma boa brincadeira com vocês (pois é assim que não deixam de demonstrar interesse nos brinquedos). Um abraço!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.