Cadastre-se e ganhe 10% OFF na primeira compra!

10 dicas para lidar com cachorro com medo de fogos

Afinal, como lidar com um cachorro com medo de fogos de artifício? Quem tem um pet em casa que não sofre com os barulhos altíssimos durante a virada de ano pode ser considerado “sortudo”, sim!

Agora, no caso de quem tem um cão medroso, é importante saber como acalmar cachorro com medo de fogos, afinal, é de partir o coração ver um pet desesperado enquanto as pessoas comemoram e se divertem durante as festas.

Por mais que o medo seja um sentimento normal, a questão não deve ser considerada da mesma forma. Isso porque, além do desconforto emocional, o pavor de fogos de artifício com estampido pode provocar fugas e outros acidentes com o pet.

Seu peludo se comporta desta maneira? A gente preparou 10 dicas VALIOSÍSSIMAS de como ajudar um cachorro com medo de fogos para garantir que o seu fim de ano sem estresse!

cachorro com medo de fogos, escondido embaixo de um armário

Por que cachorro tem medo de fogos?

A razão mais comum que pode explicar porque cachorro tem medo de fogos é a sensibilidade do sistema auditivo canino. Para quem não sabe, os cães têm ouvidos muito sensíveis, capazes de ouvir timbres inaudíveis para os humanos. Por isso, os altos ruídos dos rojões podem até causar dor ou prejudicar a audição de um pet.

Mas, além disso, outros motivos podem explicar um cachorro com pavor de fogos, como:

  • Gatilho de estresse
  • Senso de ameaça
  • Aversão ao desconhecido
  • Medo “genético”

Basicamente, o medo é um sentimento que é aprendido e reforçado desde a infância do cachorro. Um filhote de cachorro com uma mãe super medrosa, por exemplo, provavelmente vai se tornar um cão medroso. Por essa razão, o ideal é que os tutores façam uma boa socialização, expondo o pet a situações, pessoas e sons diferentes no início da vida.

Como acalmar cachorro com medo de fogos

Quer saber como acalmar o cachorro com medo de fogos? Então fique com a gente e confira 10 dicas importantíssimas!

1- Prepare o local

A primeira dica para acalmar um cachorro com medo de fogos é preparar a casa para o momento da queima de fogos. É importantíssimo que o pet se sinta seguro e protegido durante os estrondos. Por isso, você deve preparar um esconderijo para ele poder se abrigar, tirar do alcance do pet objetos perigosos para evitar acidentes e tentar abafar o som externo colocando cobertores nas janelas e porta.

Ah, também é fundamental garantir que portas e janelas estejam bem fechadas para evitar fugas.

2- Seja a companhia do cachorro

Embora preparar o ambiente seja importante, a sua companhia certamente vai garantir que o seu cachorro se sinta mais seguro. A ausência pode fazer com que ele sinta ainda mais medo e se sinta desnorteado com os estampidos.

3- Não saia com o seu pet!

Rua? Praia? Nem pense nisso! Para não deixá-lo sozinho em casa, muita gente opta por sair com o pet para o local em que vão passar a virada de ano. Entretanto, esse é um erro grotesco e que pode causar um problemão! Isso porque o cachorro pode fugir ou até mesmo atacar alguém por causa do medo durante a queima de fogos.

4- Nunca o prenda!

Não é recomendado que você prenda o seu cachorro em um cômodo da casa durante os fogos de artifício, principalmente se esse local não for comum para ele. Você até pode preparar um quarto para ele com tudo o que precisa para se sentir seguro, mas ele não deve ser trancado – a menos que você feche a porta e fique com ele. Sobre correntes, não precisamos nem falar, né? Pets não devem ser mantidos presos desta forma em nenhuma ocasião!

cachorro com medo de fogos, no canto de uma cozinha

5- Use petiscos e brinquedos

Uma boa maneira de acalmar um cachorro com medo de fogos é o distraindo durante o momento considerado muito estressante. Basicamente, você vai direcionar o foco dele para algo que ele goste a fim de fazer com que ele não “perceba” o que está acontecendo em sua volta.

Se o seu pet tem um brinquedo favorito, aquele que faz ele “esquecer o Mundo”, use-o ao seu favor. Agora, caso ele seja um amante de comida, o distraia com uma bela porção durante os estampidos.

6- Músicas relaxantes

Em plataformas como Youtube e Spotify, há uma lista extensa de músicas relaxantes para cães que podem ser usadas para acalmar o pet durante o fim de ano. Dentre elas, existem algumas feitas especialmente para momentos estressantes e de ansiedade. Basta colocá-la em um bom volume para ajudar a criar um ambiente mais relaxado para o seu pet.

7- Use produtos específicos para ajudar o seu pet

Uma excelente maneira de garantir o bem-estar de um cachorro com medo de fogos é usando produtos específicos para acalmar o pet durante a queima de fogos. O Adaptil, por exemplo, é de fácil manuseio, não tem contraindicações, e replica um odor materno no ar que deixa o cachorro mais tranquilo e seguro.

Outra boa dica é o Calmyn Dog, um suplemento alimentar à base de triptofano e magnésio, que auxiliam na produção de serotonina, trazendo a sensação de bem-estar e segurança para os cães em situação de estresse.

8- Eduque os convidados

Se a sua casa será o local da comemoração, você deve pedir para que os convidados, ao perceberem que o pet está com medo dos fogos, não agradem ou façam carinhos. Até pode parecer um ato cruel, mas isso pode funcionar como um reforço positivo e aumentar a insegurança dele.

9- Sedativos? Nunca!

A gente sabe que é angustiante ver o pet desesperado em meio ao barulho intenso. Entretanto, não devemos resolver a situação a todo o custo e optar por usar medicamentos sem prescrição médica. Isso pode causar sérios problemas de saúde ao cachorro e ainda não resolver o problema.

cachorro com medo de fogos escondido embaixo da cama

10 – Use os barulhos internos ao seu favor

A frase “se não pode com eles, junte-se a eles” nunca fez tanto sentido! Uma das dicas mais funcionais é fazer o máximo de barulho possível com objetos do dia a dia que seu pet está acostumado a ouvir.

Quando estiver chegando próximo ao momento da queima de fogos, por exemplo, feche as portas e as janelas e também as cortinas e persianas para que não o peludo não veja flashes. Depois, aumente o volume da TV, ligue a máquina de lavar, sintonize o rádio em uma estação bem tranquila e até ligue o ventilador. 

Usar barulhos familiares fará com que o pet não ouça diretamente os barulhos externos – é como se você estivesse camuflando-os.

Bônus

Para fechar a nossa lista de como ajudar um cachorro com medo de fogos, lembre-se: nunca – em hipótese alguma – castigue ou haja de forma ríspida com o seu pet por qualquer comportamento relacionado ao medo.

Vale lembrar que brinquedos recheáveis e interativos e os petiscos favoritos do seu cachorro você encontra no pet shop online da Petlove. E para mais dicas sobre comportamento canino, visite o nosso blog. Lá a gente te explica tudo para garantir uma vida feliz e saudável ao seu pet!

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.