Catarata em cães

A catarata é uma doença oftálmica deixando o aspecto do olho azulado, fazendo com que o animal acometido perca a visão conforme a doença se desenvolva.

A catarata em cães tem fator hereditário e algumas raças são mais predispostas, como o Poodle, Cocker Spaniel, Schnauzer, Labrador e Golden Retriever.

Sintomas da catarata em cães

Os olhos passam a adquirir uma cor azulada ou esbranquiçado. Conforme a evolução da doença, o animal passa a esbarrar em objetos e se tornar mais inseguro para andar, mostrando que está perdendo a visão.

Causas da catarata em cães

As principais causas da catarata em cães são:

Uveíte: inflamação dos olhos que, se não tratada, pode evoluir para uma catarata.

Atrofia progressiva de retina: principalmente nas raças Poodle e Cocker.

Diabetes mellitus: a hiperglicemia (aumento de açúcar no sangue) causa alterações metabólicas que modificam as proteínas do cristalino, dando origem a catarata. Muitos cães que apresentam perda de peso progressiva e catarata podem ser diabéticos em um estágio avançado.

Tratamento da catarata em cães

O tratamento é exclusivamente cirúrgico (cirurgia de remoção da lente) e o prognóstico é melhor em casos de catarata ainda no estágio inicial.

Caso a catarata tenha se desenvolvido ao longo de muito tempo, alguns cães se adaptam à falta de visão e conseguem manter sua qualidade de vida. No geral, os cães se adaptam melhor com a falta de visão em relação aos humanos, já que seu olfato é muito desenvolvido. Porém, animais acometidos devem fazer consultas de rotina em um médico veterinário oftalmologista, pois existem complicações que a catarata pode causar – como o glaucoma, deslocamento de retina e inflamações oculares internas.

Prevenção da catarata em cães

Não existe um jeito de prevenir o aparecimento da catarata, salvo no caso de diabetes. Uma diabetes diagnosticada e controlada ajuda a prevenir o aparecimento da doença.
Pode-se diminuir a incidência não reproduzindo animais afetados, por ter carácter hereditário.
Como toda doença, quanto antes o tutor perceber a mudança nos olhos do cachorro, melhor o prognóstico! Lembrando que a catarata é um importante fator para diagnóstico de diabetes – uma diabetes não controlada pode levar a sérias complicações e até óbito do animal. Por isso a importância de um check up anual com exames de rotina!

Sobre o autor

Juliana Packness

Juliana Packness

Especialista em patologia clínica veterinária

10 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.