EUA suspende a entrada de cães do Brasil

Um comunicado do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) informou na última segunda-feira (14) que estão suspensas as importações de cachorros oriundos de Países considerados de alto risco para a raiva canina. A medida impacta 113 Nações, incluindo o Brasil.

A decisão tem como objetivo controlar o número de cães infectados que chegam aos Estados Unidos por conta de documentos falsos atestando que os cães estavam protegidos contra a zoonose. Erradicada desde 2007, a raiva voltou a receber atenção dos americanos por conta do recente aumento de casos pelo Mundo. A exceção na importação do pet só será aberta para os casos de cachorros que receberem aprovação prévia e por escrito do próprio CDC.

Cachorro dentro da bolsa de transporte no aeroporto

Esse tipo de documento deve ser emitido por médicos veterinários e, de acordo com o Centro de Controle estadunidense, muitos “certificados” estavam sendo falsificados.

Brasil teve caso recente de cachorro com raiva 

A zoonose que pode ser  transmitida por cães, gatos, morcegos e outros animais por meio do contato com a secreção infectada, é super perigosa tanto para os animais quanto para os humanos e, infelizmente, em maio deste ano foi divulgado um caso de infecção no Rio de Janeiro, que levou o cachorro a óbito.

Por isso vale sempre a recomendação de manter a carteirinha de vacinação do seu pet em dia, especialmente a antirrábica, para assim proteger toda a família. Como você já deve saber, a vacina é a única forma de prevenir a raiva, que praticamente não dá chances de vida para cães e gatos.

Aproveite o serviço de atendimento veterinário em domicílio da DogHero! Se você é Assinante Petlove e mora em São Paulo, tem ainda mais um motivo para não perder tempo e colocar a carteirinha do seu pet em dia: 25% de cashback para compras no site sobre o valor pago pela vacinação. 

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.