Gatos sempre ronronam de felicidade?

Tá aí uma daquelas informações que vai te surpreender e fazer você olhar para o seu gato de um jeito diferente daqui pra frente. Sabia que nem todo ronronar do bichano é sinal de felicidade?

Pois é, meu amigo e minha amiga, se por acaso você perdeu o post que fizemos um tempinho atrás sobre os motivos que levam os gatos a ronronar, saiba que este hábito peculiar dos felinos domésticos faz com que o organismo do gato libere endorfina, o hormônio do bem-estar, pelo corpo. E, às vezes, o motivo é para aliviar alguma dor ou amenizar uma situação incômoda.

Gato-ronronando-Petlove

Ronronar também é uma autodefesa

Sabe quando as crianças chupam a chupeta ou o próprio dedo? Então, podemos dizer que o ronronar para o gato funciona de maneira similar, ou seja, ajuda a aumentar a sensação de conforto e tranquilidade do peludinho. 

Por exemplo, um gato diante de uma situação que lhe cause medo, como a presença de um outro pet ou a queima de fogos, pode ronronar de forma parecida como quando ele se aconchega em seu colo para uma sessão de carinho. 

Da mesma maneira, o gato pode “ligar o motorzinho” quando estiver doente ou sentindo dores para aumentar a sensação de bem-estar. As gatas, por exemplo, utilizam este recurso quando estão parindo para aliviar os desconfortos do parto.

Como identificar o ronronado de desconforto?

Há diferenças sutis entre uma manifestação de prazer e de incômodo. Repare na linguagem corporal do gato para decifrar o enigma. Cauda balançando para trás e para frente e orelhas viradas para os lados ou contorcidas denunciam que aquele ronronar pode ser motivado por problemas de saúde, medo, estresse ou nervoso, e você precisa ajudar o gato a ficar bem novamente.

Lembre-se que os gatos também podem miar ou ronronar para se comunicar com você. Por exemplo, os sons emitidos pelo seu peludinho podem ser para avisar que ele está com fome ou que não gostou da mudança das mobílias que você fez na sala. 

Gato amuado e que fica ronronando pelos cantos não deixa dúvidas que precisa de ajuda. Importante ficar atento ao comportamento do gato e verificar se os ronronados de insatisfação estão frequentes. Ao notar que as manifestações não são casos isolados, abrevie o próximo check-up com o médico veterinário para verificar se está tudo bem com a saúde do seu filho de quatro patas.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.