Cadastre-se e ganhe 20% OFF na primeira assinatura!

O que é o conceito Pet Friendly?

Já reparou que toda vez que você pesquisa na internet alguma residência, pousada ou hotel pra ficar, logo na página principal, onde consta o descritivo do local, há uma informação se aquele destino é ou não pet friendly? Pois é, e pra sorte de todos nós petlovers, o número de hospedagens que divulgam ser amigas dos bichinhos não para de crescer!

Mas, eu aproveito para te fazer outra pergunta. Você sabe o que significa esse termo que todo mundo fala e escreve? Se ainda não tem muita clareza, eu te explico. Pet friendly é a uma expressão americana que foi adotada por nós para informar que um estabelecimento é “amigo dos animais domésticos”, ou seja, sinaliza que naquele lugar cachorros e gatos (às vezes outros pets também) não só são aceitos, como são super bem-vindos.

Pet friendly plus

O que deixa a gente feliz é que após ser adotado, o termo caminha forte rumo a um novo patamar. Agora, os locais pet friendly de verdade não só recebem os pets, como se preparam para oferecer a eles condições especiais de bem-estar como: potinho com água, saquinho de lixo, produtos desinfetantes, locais para coleiras, presentinhos entre outros. 

Shoppings, restaurantes, salões de beleza e até vagões de trem são locais que já entenderam que cachorros, gatos e outros bichinhos fazem parte da família, que por muitas vezes deixa de contratar um serviço porque ainda não pode levar o seu companheiro de quatro patas. 

Segundo pesquisa realizada pela Opinion Box sobre o mercado pet no Brasil, 48% dos entrevistados disseram que já deixaram de frequentar ou ir a algum lugar porque não poderiam levar o seu pet. Outro estudo feito pela Imovelweb, revelou que 35% dos seus clientes que têm um pet responderam que já tiveram algum problema no momento de achar um imóvel pet friendly.

Claro que alguns estabelecimentos, por mais que queiram agradar ao máximo os pets, acabam esbarrando em restrições legais. Por exemplo, padarias e restaurantes não podem permitir que os cachorros circulem livremente pelo ambiente, pois há preparação e consumo de alimentos. Porém, isso não impede que estes locais também possam ser considerados pet friendly, basta que eles preparem as boas-vindas aos cães e seus responsáveis em uma área externa :).

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, três gatos e oito peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos. Hoje, é Coordenadora de Conteúdo Veterinário da Petlove&Co.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.