Adestramento positivo: ensinar sem punir

O adestramento positivo, como o próprio nome já diz, é aquele cujos métodos utilizados para adestrar o animal são positivos. Atualmente, existem muitas metodologias, ou seja, formas de se ensinar os animais. No Brasil, no entanto, a maioria delas infelizmente ainda é punitiva, com o uso de sustos, dor e medo. São utilizados objetos como borrifadores, extintor de incêndio, bombinhas, latas com moedas dentro, trancos na guia, colar de choque, etc. Todas essas ferramentas são usadas para causar medo e podem gerar sérios traumas nos cães. O adestramento positivo, por sua vez, utiliza uma metodologia diferente. Confira:

O que é adestramento positivo?

É uma tendência mundial que cada vez mais treinadores passem a utilizar o adestramento positivo, sem nenhum tipo de coerção ou violência ao animal. Nesse tipo de adestramento, as punições dão lugar para um treinamento baseado nos princípios científicos da aprendizagem animal com respeito e de forma motivacional, ou seja, convencendo o cão a fazer o que desejamos através do uso de brincadeiras, comida, petiscos, carinho e outras recompensas que ele desejar no momento, como colo, sair para passear, cheirar na rua, brincar, entre outros.

Adestramento positivo

Adestramento positivo – recompensando o seu cachorro

Como diferenciar o adestramento com punição do adestramento positivo?

É importante que você saiba diferenciar a metodologia usada para o treinamento do seu cãozinho e aqui vão algumas orientações sobre como um adestrador positivo age:

1. O adestrador positivo vai procurar entender profundamente os problemas e seus objetivos com o animal

2. Ele vai te explicar passo a passo o que será feito e de que forma

3. Sua participação nas aulas é muito importante e o adestrador vai pedir a sua presença

4. Você vai aprender como é o processo de aprendizagem do seu cãozinho e como fazer para que ele se comporte também com sua família

5. Você vai entender os sinais corporais do seu cão para que possa melhorar sua comunicação com ele

6. Você vai sentir que a aula flui de forma leve e verá a alegria do seu cãozinho em aprender

7. Quando o adestrador chegar na sua casa para as aulas, seu cãozinho irá correndo recebê-lo, pois sabe que estar em sua presença é seguro e muito prazeroso.

Lembre-se de que seu cachorro sente prazer em aprender algo novo, e mais ainda quando esse aprendizado vem acompanhado de uma recompensa. Além disso, o adestramento baseado em uma recompensa positiva tende a ser muito mais eficaz do que o adestramento com punição e, ainda, não traumatizamos nosso melhor amigo.

Participe ativamente do processo educacional do seu pet, afinal, ele é um membro importante da sua família!

www.tudodecao.com.br

Sobre o autor

Sara Favinha

Sara Favinha

Zootecnista e Adestradora Comportamentalista na empresa Tudo de Cão (www.tudodecao.com.br), que oferece serviços de adestramento e fundadora do projeto social Cão Inclusão (www.caoinclusao.com.br), que treina cães de serviço para pessoas com deficiência.

3 Comentários

  • Eu tive grandes problemas para utilizar o reforço positivo pois a minha cachorrinha era hiperativa demais, era tão estabanada que um adestramento virava uma maratona frustrante. Aprendi a gastar a energia dela antes de sessões de adestramento, o que funcionou para mim.

  • Eu morei em Londres durante 3 anos trabalhei com cães-guia para cegos, onde nós só usamos o reforço positivo para treinar futuros cães-guia. Eu recomendo usar o reforço positivo como escolha número um treinamento do cão.

    Por quê? É o único método usado para treinar cães de serviço (cães-guia, cães farejadores e etc.), porque é o método de treinamento do canino mais confiável e eficaz no mundo.

    Se você estiver interessado em adestramento de cães com reforço positivo e bem-estar canino, curta nossa pagina no facebook.com/citydogsclub ou visite nosso blog dedicado ao mundo canino http://www.citydogsclub.com.br/dog-walker-sp-blog-sobre-adestramento-de-caes-e-bem-estar-canino/2015/9/26/introducing-clicker-training

    • Como só treinam cães guias utilizando o método positivo, se os treinadores estavam apreensivos com a proibição do colar eletrônico, sendo que eles utilizam o colar eletrônico?
      Treinamento de cães farejadores, também não é feita no método positivo, a partir do momento que você nao dá o petisco por seu cão não sentar por exemplo, gera sim o estresse, a liberação Química, pela frustação do alimento não recebido, e isso é punição também, há vários estudos sobre oq acontece no animal, e em muitos animais o fato da negação sobre o alimento é pior do que um tranco na guia por exemplo. Muitos gurus do método possitivo foram desmascarados, pois pela ciência não existe treinamento positivo.
      Treinamento só positivo é marketing, treinamento negativo punitivo, é um método primitivo e arcaico, hoje existe treinamento equilibrado, onde há a leitura sobre o cao, onde se for necessário entrar com uma correção que seja de forma justa, e suficiente, nunca de forma desmedida, causando traumas. Se um tranco na guia, ou uso de colar de garra for para machucar, esta sendo utilizado de forma errada.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.