O tamanho do cachorro deve influenciar na hora de escolher um pet?

É difícil, a gente sabe, mas a escolha de um filho(a) de quatro patas envolve diversas questões e precisa ser feita também com o lado racional. Você pode até ter a sua raça predileta e ter sonhado com um cachorro grandão e peludo, ou quem sabe um pequenino e agitado, mas o que não pode ser deixado de lado é que levar em conta o porte do animal que você vai colocar dentro de casa, vai além do espaço que a residência tem.

É claro que quanto maior o cachorro, mais espaço ele precisará para viver confortavelmente, mas nem tudo é tão óbvio como parece ser. Os cães pequenos geralmente são reconhecidos como super companheiros caseiros (e geralmente são mesmo rs), mas alguns deles precisam gastar mais energia do que um cachorro grandão – um Jack Russel Terrier, por exemplo, vai te obrigar a caminhar pelas ruas muito mais do que um Bassed Hound.   


Pesquisar bem sobre o seu futuro pet é o primeiro passo para uma escolha segura e evitar decepções para você e seu amigo peludo. Pra te ajudar nessa etapa importante, nós disponibilizamos uma
Página de Raças com informações sobre saúde, temperamento, energia, tamanho (é claro), e até a tendência a latir de vários caninos. 

Antes de bater o martelo e escolher o nome do novo parceiro, leve em consideração não só o tamanho da sua casa, mas também esses outros aspectos super relevantes:

Crianças

Tem um bebezinho em casa? Então um cachorro muito grande vai exigir atenção redobrada, pois ele pode machucar acidentalmente a criança ao derrubá-las ou pisando nela, as brincadeiras estabanadas também podem representar perigo. A escolha de um cão menor tende a ser mais acertada, porém é bom saber mais sobre o temperamento do bichinho. O Yorkshire Terrier, por exemplo, não é nenhum exemplo de tolerância com as crianças. 

Carro

Imagina que você seja um Dog Alemão e te coloquem para viajar em um pequeno Uno. Péssimo, né? Até uma simples ida ao veterinário seria bem desconfortável, pra não dizer impossível. Então nada mais justo do que oferecer espaço adequado também nas viagens de automóvel, sejam elas curtas ou não. Não adianta nada ter uma casa enorme se o grandalhão tem sempre que ficar com o focinho grudado no para-brisa do carro – além de ser perigo para o animal e infringir as leis de trânsito.

Orçamento

Não dá pra negar que quanto maior o cão maior também é sua despesa, seja ela em alimentação, medicamentos, camas e acessórios e até intervenções médicas, já que eles precisam de doses mais altas de medicamentos. Por isso é bom olhar pro orçamento levando em consideração essa despesa mais alta.

Até pode dar a impressão de que estamos fazendo propaganda contra os cães de grande porte, mas não é isso! É apenas um alerta de que levar em conta o tamanho do seu cachorro permitirá a você prever diversas situações que farão toda a diferença para o bem-estar do animal, seja lá o tamanho que ele tenha 🙂

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

É jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.