Veterinário em casa: Cachorrinha Trufa recebeu tratamento para miíase

Como anunciamos na semana passada, nós vamos compartilhar aqui na nossa página, algumas histórias oriundas do nosso recém-lançado Serviço Veterinário em Domicílio Petlove, que leva o profissional da saúde até a casa dos bichinhos.

O primeiro relato foi do gatinho Chico, um Persa que teve um mal súbito e deixou a tutora Aline Takemura enlouquecida, pelo menos até a chegada da nossa equipe médica, que rapidamente providenciou os primeiros socorros ao peludinho. Se você perdeu essa história, clique aqui.

Dessa vez, a gente conta como foi o atendimento da cachorrinha Trufa, uma Cocker de 15 anos, que sofreu com uma miíase, popularmente conhecida como “bicheira”. A cadelinha vive com a sua mãe humana Rosana Biaggi, que toma conta de outros quatro bichinhos, Kiko, um Pincher e os gatos sem raça definida Fuji, Simba e Nina.

A aposentada contou que sua pet já tinha problemas frequentes com feridas, por conta das verrugas que tem pelo corpo e que quando eram coçadas frequentemente acabavam se transformando em machucados.A Trufa já tinha problemas como esse há algum tempo, essas verrugas infeccionam e eu sempre trato, mas infeccionar e sangrar como dessa vez nunca tinha acontecido”, disse. 

O agravamento da ferida ocorreu dessa vez por conta de uma infestação parasitária. Uma mosca aproveitou o ferimento da cadelinha para depositar seus ovos, que logo se transformaram em pequenas larvas. Em pouco tempo, o machucado evoluiu para uma infecção que deixou Trufa acamada.

Esse atendimento é um bom exemplo de como as “bicheiras” podem ser mais comuns do que a gente pensa e que elas não podem ser relacionadas a um possível descuido com os bichinhos, como muitos acreditam. Biaggi conta que apenas uma noite foi o suficiente para que o estado de saúde de sua companheira piorasse. “No dia anterior ela não estava naquele estado, foi na madrugada que ela piorou, ficou ensanguentada e acordou totalmente sem ânimo na caminha dela”, contou.

Biaggi, ao ver a peludinha naquela situação lembrou do serviço oferecido pela Petlove e entrou em contato conosco. Em cerca de 40 minutos, a Médica Veterinária Marina Schmidt estava batendo em sua porta para atender a cachorrinha.

“No exame físico já percebi que as feridas estavam com uma infestação parasitária (miíase) de larvas de mosca, então eu expliquei o quadro clínico para a tutora”, conta Schmidt. Para o atendimento, foi necessária uma limpeza das feridas e uso de medicações larvicidas, junto com antibiótico, antiinflamatório e analgésico

Ao final, Biaggi recebeu a orientação de que seria necessário continuar com a medicação larvicida, pois assim seria muito mais fácil fazer a limpeza completa da ferida quando todas as larvas estivessem mortas

Dias depois, na consulta de retorno, a doutora já pôde constatar com alegria a recuperação da cadelinha, que teve boa cicatrização, não mostrou nenhuma reação aos medicamentos e continuou recebendo a higienização e assepsia correta de sua tutora, que continuou fazendo uso de antibiótico até a ferida cicatrizar completamente

Atendimento surpreendente

Antes de entrar em contato com o nosso atendimento, Biaggi confessa que estava ressabiada se seria uma boa experiência, mas como não queria sair de casa por conta da pandemia decidiu arriscar. “O atendimento foi muito bom, de um nível superior. Inicialmente eu achava que o atendimento não seria tão bom, mas eu gostei bastante… me surpreendeu positivamente”, revelou a aposentada.

A mãe de cinco pets também disse que o fato do atendimento ter sido feito rapidamente, e ainda por cima em um feriado, foi o que a fez dar nota máxima para a experiência, a qual pretende repetir outras vezes. “Eu quero contar com vocês novamente, sim! Até falei para a Dra. que mais pra frente eu vou agendar um exame de sangue para a Trufa”, afirmou.  

E você? Mora na Capital de São Paulo e está precisando de uma consulta de rotina ou atendimento emergencial para o seu pet? Então solicite a visita de um médico veterinário por WhatsApp ou e-mail. Clique aqui e agende uma consulta!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.