Tudo sobre o seu:

Persa

Gatos persas são animais muito tranquilos, que se dão bem com crianças, outros animais e apreciam ambientes calmos. Apesar de dóceis e calmos, eles também gostam de brincar e passar tempo ao lado de seus tutores - eles não exigem atenção, mas gostam de recebê-la. Para famílias mais agitadas, o gato persa pode ser considerado muito “quieto”. De olhos redondos e grandes e focinho pequeno e achatado, eles receberam esse nome por causa da região da onde vieram: a Pérsia, onde atualmente fica o Irã.

Características do seu Persa

Energia
Apego ao dono
Tendência a miar
Amoroso
Inteligência
Brincalhão
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Persa

Tamanho

A altura varia de
20 a 25 cm

Peso

O peso varia de
3 a 6 kg
Pelagem
Gatos de pelo longo, sedoso e abundante, podem ser encontrados em mais de cem cores diferentes. A cauda do gato persa é emplumada e densa. Precisa de cuidados diários, pois seus fios longos e finos possuem muita tendência a desenvolver nós.
Apesar de ter o corpo bem desenvolvido e musculoso, o gato persa tem propensão a alguns problemas genéticos. O gato persa, no entanto, é um dos que mais tem problemas de saúde relacionados à hereditariedade. Um dos motivos é o seu focinho achatado, que pode causar algumas dificuldades para respirar. Mantê-los em um ambiente de temperatura fresca vai ajudá-los a não sofrer tanto com isso, o que também vai auxiliá-lo com a sensibilidade ao calor. Entre os outros problemas causados pelo focinho, estão os olhos lacrimejantes, que não é de grande preocupação. Basta higienizar os olhos diariamente com soro fisiológico - por seu canal lacrimal ser muito pequeno, é comum que obstrua, fazendo com que haja um acúmulo de secreções na região. Além disso, outros problemas recorrentes nesta raça são má oclusão dentária, sensibilidade ao calor, problemas de pele (micose, coceira, fungos, infecções, seborreia oleosa), atrofia progressiva da retina e também a doença renal policística.
Em geral, os gatos persas são muito gentis e carinhosos, se adaptando de forma fácil às famílias, crianças e até a outros pets. Para quem prefere animais comportados, o gato persa é bastante observador e prefere ficar dentro de casa quietinho, sem saltar pelos móveis. No entanto, ele só é atencioso com quem acha que vale a pena, então não conte que ele vá para os colos das visitas com muita frequência.
Os gatos persas têm uma personalidade bastante específica. Eles são considerados gatos calmos e inteligentes. É justamente essa inteligência que os ajuda a se adaptarem com bastante facilidade às casas e famílias novas e a se darem bem com crianças e outros animais domésticos. Além disso, os persas são pets muito expressivos e sensíveis, que tentam se comunicar com seus humanos por meio de miados e olhares. Como já mencionado anteriormente, não é preciso se preocupar com obediência na hora de criar um gato persa. Eles são extremamente dóceis e calmos. Por não terem instintos selvagens, não mordem e nem arranham - o que pode torná-los presas fáceis se estiverem na rua. Mas não é necessário se preocupar com isso: eles são gatos caseiros, que preferem ficar deitados relaxando ao invés de sair para a rua ou pular pelos móveis. No entanto, apesar de obedientes, é necessário manter a sua caixa de areia sempre limpa. Por serem muito higiênicos, se recusam a fazer suas necessidades em locais sujos e vão procurar outros lugares.
Por serem gatos muito calmos, tranquilos, dóceis e que gostam de ficar em casa, a expectativa de vida dos gatos persas é de 14 anos, desde que não tenham problemas renais (algo típico da raça especialmente pela predisposição aos cistos renais).
Um dos cuidados mais importantes com o persa é a pelagem. Isso porque, além de todos os problemas relacionados à saúde, como a propensão a infecções e seborreia oleosa, eles exigem cuidado extra para que os pelos continuem sedosos e macios. O gato persa deve ser escovado diariamente, suavemente, com uma escova apropriada, para evitar emaranhados e sujeiras. O gato persa é um gato caseiro, ou seja, ele não deve viver em quintais ou do lado de fora.
Alguns gatos famosos são da raça persa. É o caso, por exemplo, do Snowball, o gatinho do filme Stuart Little, e o Garfield. Os persas só chegaram na Europa no final do século XVI e na América no final do século XIX.
Videos
Conheça mais sobre seu Persa