Doença do carrapato: sintomas

Todo pai ou mãe de pet precisa ficar bastante atento à prevenção dos bichinhos em relação a tão falada doença do carrapato, que atinge principalmente os cachorros. Como a gente já contou em outra oportunidade as maneiras de proteger o seu cachorro ou gato, desta vez vamos focar nos sintomas causados pela enfermidade, ou melhor, pelas enfermidades.

Doenca-carrapato-Petlove

Doenças do carrapato, no plural

É necessário começar a explicação avisando que, ao contrário do que muitos pensam, a doença do carrapato na verdade deveria ser dita sempre no plural (doenças do carrapato), já que as enfermidades transmitidas por esse ectoparasita são várias como, por exemplo, a erliquiose, anaplasmose, babesiose e hepatozoonose. E apesar de muitos sintomas serem parecidos, há certas diferenças que precisam ser conhecidas para saber identificar o mal-estar nos cachorros e gatos com rapidez e pedir ajuda a um médico veterinário.

Erliquiose: a bactéria, uma vez presente no corpo do pet, vai atacar os glóbulos brancos, que são responsáveis pelo sistema de defesa do organismo, além de impedir a produção de novas células sanguíneas. A manifestação da doença pode ser rápida, como também demorar anos e anos para ser notada. De modo geral, os cachorros acometidos pela doença apresentam falta de apetite, perda de peso, febre e desânimo.

Babesiose: esta doença vai prejudicar os glóbulos vermelhos dos pets, dificultando a circulação de oxigênio no sangue. Mais silenciosa do que a erliquiose, a babesiose pode ter um leque maior de sintomas: desorientação, tontura, anemia, gengiva e olhos pálidos ou amarelados, insuficiência renal, além dos sinais já mencionados acima na erliquiose.

Hepatozoonose: somente os cachorros sofrem com essa doença que afeta principalmente os rins e o fígado. Também sem necessariamente fazer grandes alardes, o hepatozoon pode demorar um tempão até ser diagnosticado. Um dos primeiros sinais percebidos é a perda de peso nos cachorros, que passam a ter o apetite reduzido. Outras manifestações causadas pela doença são: hipertermia, anorexia, apatia, letargia e mucosas pálidas.

Importância do check-up

Como você deve ter percebido, muitos dos males apresentados pelos cachorros são aqueles mais recorrentes e associados a outras diversas doenças, e podem ser bastante silenciosos. Vale lembrar que, quando falamos de doenças do carrapato, os cães podem estar infectados com mais de um tipo da doença, por isso, é importante consultar um médico veterinário, realizar os exames solicitados pelo profissional e seguir o tratamento corretamente. 

Não deixe de realizar periodicamente as consultas e exames de rotina e prestar bastante atenção aos locais onde o seu cachorro ou gato circula. Menos grave, mas responsável por um incômodo imenso, carrapatos também são responsáveis pelas dermatites alérgicas à picada de ectoparasitas (DAPE), antes conhecida como DAPP (se referindo apenas à picada de pulgas), hoje sabemos que muitos pets sofrem com a alergia aos carrapatos, o que compromete o bem-estar dos animais. Fazer um controle rigoroso é a melhor forma de prevenir qualquer tipo de doença ocasionada por eles.  

Não acredite em mitos ou receitas caseiras sobre o tema. A falta de acompanhamento médico ou a automedicação pode agravar rapidamente o estado de saúde do seu filho de quatro patas, muitas vezes colocando sua vida em risco. 

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

4 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.