Primeira Noite de um Cão Filhote em Seu Novo Lar

Casa preparada e a maior expectativa para receber um novo integrante da família que está para chegar, já que é muito bom ter um novo pet para deixar o lar mais feliz e alegre. Tudo foi planejado com antecedência para o amiguinho de quatro patas habitar seu novo cantinho, com caminha, comedouro e bebedouro, brinquedos e principalmente muito amor e carinho. Mas tem um detalhe bem comum que muda o curso dessa história: quando o cachorro em questão ainda é filhote.

Alguns direitos reservados por jdlasica

“Cabe ao dono fazer com que aos poucos o bichinho se sinta bem e seguro para se adaptar a essa realidade ao lado de uma nova família, com muita paciência e muito amor.”

É importante lembrar que nesse momento tudo será novo para o bichinho, porque antes ele tinha uma mamãe para oferecer cuidado 24 horas por dia e agora ele não tem mais. Portanto, cabe ao dono fazer com que aos poucos o bichinho se sinta bem e seguro para se adaptar a essa realidade ao lado de uma nova família, com muita paciência e muito amor até isso acontecer.

Os cuidados com esse ser indefeso e sensível precisam ser tomados desde a hora de ir buscá-lo. Para oferecer mais segurança no transporte para casa o cãozinho pode ser acomodado em uma bolsa de transporte, independente se o caminho será feito de carro ou a pé. Na falta de uma bolsa própria, um cobertor ou lençol podem servir para improviso. Como o cãozinho filhote é frágil e não deve ter tomado todas suas vacinas ainda, ele não pode ser misturado a outros animais como cães adultos e sênior ou gatos, caso existam na residência para onde ele vai devido à sua imunidade baixa. Além disso, os outros pets precisarão de um período de adaptação para poder aprender a conviver com o pequenininho sem machucá-lo.

Então, o filhotinho deve ser mantido dentro de casa durante um tempo, para que fique bem protegido. O filhotinho pode ficar em um cantinho com sua caminha, acessórios para alimentação e um bichinho de pelúcia que eles costumam aceitar bem principalmente na hora de dormir, pois esse brinquedo espanta a falta que ele sente da mãe e dos irmãos. Como é a primeira noite dele na casa, certamente o cão ainda não sabe urinar ou defecar em um cantinho determinado, então é recomendado que o chão do local no qual ele ficar seja forrado com tapete higiênico, para facilitar a limpeza e evitar que o bichinho ande por cima de seus dejetos e precise tomar banho.

Depois da caminha arrumada com os brinquedinhos, é hora de se preocupar com a alimentação e a água do amiguinho. Por ele ser pequenininho, pode ser que ele ainda não consiga comer ração dura, então há duas opções possíveis. A primeira é oferecer rações úmidas para ele porque não força seus dentinhos e tem um aroma e gosto atrativo e maravilhoso que ele irá adorar de cara. A segunda opção é umedecer a ração seca para filhotes com um pouquinho de água para facilitar a mastigação do animal. Se essa for a opção escolhida o alimento deve ser trocado com frequência, pois a medida que o tempo passa o gosto da ração vai mudando até ficar estranho para o cãozinho, que certamente rejeitará a comida.

No dia seguinte, é extremamente recomendável que o dono marque uma consulta com um médico veterinário, pois ele precisará ser vacinado, vermifugado e analisado para tratar qualquer problema precoce que aparecer. Enfim, muito carinho, atenção e amor para dar de uma família que oferece a infraestrutura adequada a esse bichinho tão frágil e pequenino, com certeza fará com que ele em pouco tempo já se habitue a tudo e a todos da residência e retribuirá com carinho e amor em dobro.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário