Siamês – Principais doenças

Com seu corpo longo, pelagem em degradê e olhos azuis cristalinos que se destacam no seu rosto triangular, o Siamês é uma das raças de gato mais conhecidas no Mundo. De origem tailandesa, conhecido como o gato ideal para os reis por ter postura e ser muito elegante, se tornou popular na Inglaterra e depois em diversos continentes. 

Como qualquer outro gatinho, o Siamês necessita de estímulo físico e mental por meio de enriquecimento ambiental e escovação pelo menos duas vezes na semana. Sua saúde é considerada boa, com uma expectativa de vida de 15 a 20 anos. Porém, se tratando de um gato de raça, ele possui predisposição a algumas doenças e é delas que iremos falar a seguir.

Siamês - Principais doenças

Amiloidose

A amiloidose é caracterizada por um acúmulo anormal de determinadas proteínas em diversos órgãos do pet. A doença é considerada uma mutação genética e tem várias formas de apresentação, mas a que atinge os cães e gatos é denominada de amiloidose sistêmica e afeta majoritariamente os rins, com sinais semelhantes aos das doenças renais.

O siamês que tiver suspeita da doença pode apresentar vômito, emagrecimento, falta de apetite e dificuldade respiratória. O tratamento depende do quadro clínico do paciente no momento do diagnóstico devendo ficar a critério do médico veterinário responsável.

Bronquite alérgica felina ou asma

O Siamês tem uma predisposição a doenças respiratórias e a asma (bronquite alérgica felina) é bastante comum. A asma se desenvolve por uma hipersensibilidade a alérgenos ambientais como cigarro, ácaros, poeira, poluição, incenso e pólen de plantas e se assemelha com a asma brônquica em seres humanos. Os sinais que o gato está com com asma são dificuldade respiratória, tosse, chiado e intolerância ao exercício. Por se tratar de uma doença crônica (que permanece por um longo período), o tratamento consiste em aliviar os sintomas. 

Cardiomiopatia dilatada

A cardiomiopatia dilatada (CMD) em gatos é uma doença cardíaca crônica que acontece quando o músculo cardíaco está fino e enfraquecido, prejudicando o processo de contração. No anos 80 foi associada à deficiência de taurina na dieta dos gatos, e a partir daí, a suplementação deste aminoácido nas dietas dos felinos diminuiu muito a incidência dessa doença. Os sinais clínicos são variados, sendo que a dificuldade para respirar é o sinal mais comum. 

Os Siameses têm predisposição genética à doença e geralmente acomete raças de porte grande, como Maine Coon.

Urolitíase (cálculo renal)

Também chamados de urólitos e popularmente conhecidos como “pedras nos rins”, trata-se do acúmulo excessivo de certos minerais no trato urinário dos gatos, afetando a sua capacidade para urinar e podendo resultar em obstruções. Há uma série de motivos que contribuem para a formação dos urólitos, como o pH da urina, consumo reduzido de água e tipo de dieta do animal. A doença pode ter origem genética, mas fatores como idade e alimentação podem contribuir para o aparecimento. O diagnóstico é feito com base no histórico e sinais clínicos apresentados pelo pet juntamente com exame físico e laboratorial.

Outras doenças que podem afetar o seu Siamês:

  • Síndrome de pica
  • Vitiligo
  • Atrofia progressiva da retina
  • Estrabismo 
  • Displasia de quadril
  • Linfoma mediastinal
  • Adenocarcinoma
  • Mucopolissacaridose
  • Gangliosidose
  • Fibroelastose endocárdica
  • Hipotricose congênita
  • Hipersensibilidade alimentar
  • Alopecia psicogênica
  • Hipertireoidismo
  • Megaesôfago
  • Síndrome da hiperestesia felina
  • Glaucoma

As doenças citadas são provenientes de estudos e artigos de predisposição de certas doenças em raças. Lembrando que seu pet pode viver uma vida saudável sem ser acometido por nenhuma patologia. Entretanto, a informação e conhecimento são importantes e a qualquer sinal de anomalia com seu peludo, procure um médico veterinário.

Na Petlove, profissionais da medicina veterinária trabalham em conjunto para disponibilizar um portal sobre as principais doenças em cães e gatos, você pode conferir aqui.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Graduanda em Medicina Veterinária, sonho que tenho desde de criança, hoje sou conhecida como a louca dos gatos, mas nas horas vagas sou a louca dos bichos também, sem distinção. Tenho 10 lindos gatinhos resgatados e meu propósito é poder ajudar o máximo de pets possível (E seus pais e mães humanos escrevendo aqui no blog).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.