Primeiro de abril: Cinco mentiras sobre gatos

Atenção porque vem aí o Dia da Mentira e várias balelas serão contadas para caçoar dos mais desavisados. Como aqui na Petlove nós queremos que os pais e mães de pets fiquem sempre bem informados, nós listamos cinco mentiras sobre gatos que teimam em aparecer não só no primeiro dia de abril.

Leia com atenção para saber se você não foi vítima do Conto do Vigário e acreditou no que não devia. Todo cuidado é pouco, afinal, tem certas mentiras que podem colocar a vida do seu bichinho em risco. Confira abaixo as informações e troque de vez os boatos pelos fatos 😉.

Gato transmite o novo coronavírus humano

E tem como não começar por esse assunto? O que tem de gente desesperada em casa achando que os pets podem ser infectados ou transmitirem o COVID-19 ao humanos não é brincadeira. 

A gente lembra que os gatos têm um tipo de coronavírus específico, que nada tem a ver com essa pandemia atual. A infecção por coronavírus em gatos é causada pelo coronavírus felino (FCoV), que pode causar a Peritonite Infecciosa Felina, a PIF. A doença é encontrada em praticamente todo o mundo e, infelizmente, é bastante comum em abrigos e gatis.

Sobre o COVID-19, a informação mais recente dá conta que por se tratar de um vírus ainda pouco conhecido, e que até o momento não afetou animais de estimação, o indicado é que as pessoas infectadas não tenham contato muito próximo com seus pets. Isso porque, alguns vírus podem sofrer mutações e se adaptar a diferentes espécies com o passar do tempo.

Gato pode tomar leite

Um clássico da invenção popular brasileira que pode trazer problemas para o seu felino. Deixe registrada essa aí entre as suas lembranças para nunca mais esquecer: Gatos adultos não podem tomar leite de vaca. 

Mas eles tomam com tanto gosto, você pode dizer. Sim, é verdade. No entanto, apesar de não ser um produto tóxico, ele não é saudável para os felinos, podendo fazer com que desenvolvam diarreias, gases e vômitos.

Leite para os gatos somente se for o materno. O ideal é que o gato coma apenas sua ração (seca ou úmida) por se tratar da forma mais balanceada de alimentação do felino.

Gato precisa passear

Confessa que você acredita ou pelo menos já acreditou nessa falácia. Pois, agora você pode contar pra todo mundo que o bichano não precisa circular por aí e prefere mil vezes a segurança e o conforto do lar.

Quem acredita nessa mentira e deixa o felino dar uma voltinha pelas redondezas está colocando a vida dele em perigo, já que as ruas representam uma série de riscos: contrair uma doença, ser vítima de um acidente, brigar com outro animal ou até mesmo sofrer maus tratos de pessoas maldosas.

Em casa, aposte num ambiente rico em possibilidades para que o animal sinta-se motivado a brincar e se exercitar. Confira nossas dicas para você manter o seu gato seguro e feliz dentro de casa.  

Catnip faz mal pro bichinho

A famosa “erva do gato” causa repulsa em certas pessoas, mas é por pura desinformação. Assustados com o poder que o catnip tem em deixar o pet mais eufórico e brincalhão, elas acreditam que o animal fique dopado e a erva seja nociva para sua saúde. Pura crença de primeiro de abril.

A planta, nativa da Europa e da Ásia, é medicinal e aromática, da família das hortelãs, que possui um ingrediente ativo, o nepetalactone. Quando o gatinho cheira o tal nepetalactone, a substância atua no cérebro felino estimulando seus instintos – utilizado tanto para acalmar e aliviar o estresse dos felinos, quanto para estimular bichanos mais paradões a brincar e vencerem a apatia.

Não prejudica a vida do pet e muito menos causa a dependência. Pode fazer uso tranquilamente!

É normal o gato vomitar bolas de pelos 

Essa é, digamos, uma meia verdade. De fato é comum vez ou outra o bichano expelir uma bola de pelo, afinal, ele vive se lambendo e é natural que sua língua áspera acabe “varrendo” o visitante indesejado pra dentro da boca e consequentemente para o estômago, algumas vezes fazendo com que regurgite o conteúdo.

Porém, é preciso ficar bastante atento para verificar se o animal não está acumulando pelos em excesso, pois isso pode levar a casos de úlcera, gastrite e até obstrução intestinal. Em situações extremas é necessário fazer lavagem intestinal ou até mesmo uma cirurgia.

Como se precaver? Invista em rações de qualidade, escove o bichinho regularmente, compre as “graminhas para gatos” e aposte em suplementos e petiscos que ajudem na lubrificação da bola de pelo, facilitando assim eliminação.

E aí, gostou das nossas dicas? Então compartilhe com seus amigos e continue acompanhando nossas publicações, assim você fica bem informado e ninguém mais vai te enganar, nem mesmo numa brincadeira de 1º de abril.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.