Tudo sobre o seu:

Basenji

É uma das poucas raças que se desenvolveram na África e, provavelmente, você ainda não tenha visto um deles por aí, afinal trata-se de uma raça um tanto incomum. Apelidado por muitos como um cão “felino”, pois adora se higienizar por longos períodos - principalmente lambendo as patas -, e também porque não “late”, os basenjis produzem um tipo de som de canto tirolês (esse mesmo que você está imaginando “Iodelei”). Com inteligência acima da média, ele entenderá perfeitamente os comandos que você ensinar, mas se ele vai executar as ações já é uma outra história, pois não é nada fácil treinar um cão dessa raça que gostam de fazer as coisas à sua maneira. Em vez de obediência, o Basenji usará a inteligência que tem para atrair sua atenção e ganhar o que ele precisa ou deseja.

Características do seu Basenji

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Basenji

Tamanho

A altura varia de
35 a 42 cm

Peso

O peso varia de
9 a 12 kg
Pelagem
Ta aí uma coisa que não deva ser motivo das suas preocupações, os pelos dos basenjis são uniformes e curtos, que tem baixo percentual de queda. Uma escovação simples semanal, com luva especial para dar brilho à pelagem, é suficiente para manter o aspecto limpo.
Como um bom cão de caça, ele precisa da prática de exercícios diários para manter a saúde em dia. Reserve tempo para jogos e brincadeiras e, ao sair de casa, dê preferência a caminhadas, ele vai adorar te acompanhar em um longo passeio. Mas, atenção! Nada de caminhadas em dias de chuva, o basenjis são avessos até mesmo às garoas e ficarão de mau humor se você deixá-lo molhado, exceções podem ocorrer em dias muito quentes. Visitas regulares ao médico veterinário não podem faltar, com atenção especial a doenças renais e intestinais, hipotireoidismo e problemas oculares.
Geralmente reservado, não é considerado um verdadeiro companheiro de brincadeiras e costuma demorar para se enturmar com os novatos, sejam humanos ou não. Seu instinto caçador e independente é aflorado e recomenda-se não deixá-lo sozinho em um lugar que não seja seguro, lembre-se sempre da coleira nas horas de passeio, já que ele pode querer “andar com suas próprias patas” para desbravar novos lugares ou ir atrás de outro animal ou objeto que chame sua atenção. A falta de exercícios pode torná-lo um destruidor de objetos, afinal ele precisará encontrar alguma forma de queimar energia.
Você já viu que ele tem uma inteligência acima dos padrões e que, por conta de sua independência, será sempre uma loteria fazer com que esse seu amigo peludo tome as decisões que você esperar. A socialização e treinamentos devem ser feitos precocemente, levar o seu Basenji a lugares movimentados como parques e deixá-lo em contato (supervisionado) com outros animais é excelente para que ele aprimore suas habilidades e responda melhor aos seus comandos futuramente. Mesmo reservado ele se mostrará um excelente “cão família”.
Os cães dessa raça vivem, em média, entre 13 a 15 anos.
Como tem a estrutura corporal de um cão “leve”, não o deixe engordar e nem faltar atividades físicas, a obesidade pode trazer diversos problemas de saúde. A Síndrome de Falconi, doença renal que afeta o processamento de açúcares e proteínas, costuma aparecer em cachorros dessa raça.
O Basenji quando se move dá a impressão de trotar com um cavalo e, às vezes, pode ficar com um semblante preocupado, isso porque a pele solta em sua pele fica enrugada quando ele está em alerta. Outra curiosidade é que, diferente das raças domésticas, as cadelas só tem cio uma vez por ano, assim como os cães selvagens.