Tudo sobre o seu:

Bichon Frisé

De origens incertas, o bichon frisé é considerado um cachorro Francês, apesar de não se saber oficialmente se a raça foi criada lá. Ele é bastante parecido com o Poodle e acredita-se que o Maltês e o Barret estejam envolvidos geneticamente na criação dessa raça. Apesar de ser fisicamente muito parecido com o Poodle (e frequentemente até confundido com ele), as similaridades acabam por aí: o temperamento dos dois é um tanto quanto diferente. O Bichon é animado e se dá bem com crianças, ele gosta de carinho, brincadeiras e interação o tempo todo, mesmo que ela seja apenas ficando junto no sofá. Eles são tidos como uma das raças de cachorros mais dóceis, que recebem bem a todos, até mesmo aqueles que não conhecem.

Características do seu Bichon Frisé

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Bichon Frisé

Tamanho

A altura varia de
23 a 30 cm

Peso

O peso varia de
3 a 6 kg
Pelagem
Com uma pelagem totalmente branca, fina e sedosa, eles parecem bolinhas de algodão. Sua pelagem é bem solta e encaracolada. É comum que os exemplares da raça passem por uma técnica de tosa exclusiva, que os deixa com um aspecto bem fofinho, com a cabeça bem arredondada e olhos bem evidentes.
Uma das principais preocupações sobre a saúde do Bichon Frisé é com relação à luxação da patela. Por serem cachorros muito ativos e que adoram correr de um lado para o outro, é preciso tomar cuidado com esse problema de saúde que costuma ser hereditário. Além disso, esse cão tem certa facilidade para desenvolver doenças oculares, principalmente a catarata com o passar dos anos. Sua lágrima também pode manchar seus pelos e causar mau cheiro, sendo então necessário limpar os olhos com frequência com produtos específicos. Por ser um pet bastante peludo, seus pelos podem cair nos olhos e isso pode causar alguns problemas de visão, com a úlcera de córnea dependendo do caso. Além disso, é muito importante fazer exames regulares nos olhos e nos joelhos do cachorro da raça Bichon Frisé, converse com seu médico veterinário a respeito disso. Existem outras doenças para as quais o Bichon é predisposto e precisa de mais atenção. Eles muitas vezes têm também problemas de bexiga urinária e são cachorros com certa sensibilidade para vacinas. Outro problema de saúde que é necessário estar ciente é que eles são cachorros que podem ter muitas alergias e respostas exageradas de imunidade.
O Bichon Frisé é um cachorro alegre e brincalhão, que é muito carinhoso e adora companhia. Sensível, afetuoso e amável, ele se dá bem com estranhos, outros pets e com crianças. É um cachorro muito dócil. No entanto, por causa da sua energia enorme, ele pode ser bastante latidor enquanto brinca. É preciso direcionar seu pet de forma adequada para que ele não seja inconveniente com tantos latidos. Com visitas, ele costuma ser muito receptivo, nunca se escondendo e sempre querendo fazer amizade. Não é muito protetor de seus humanos, pois considera quase todos como amigos. Sua convivência com outros animais costuma ser pacífica, mas é preciso que o filhote de bichon seja devidamente socializado para que isso aconteça como esperado.
Os cachorros da raça Bichon Frisé são considerados animais inteligentes e fáceis de treinar. É possível adestra-los tranquilamente, sem muitas complicações. Isso porque eles gostam bastante de aprender truques, por se sentirem muito conectados com seus pais humanos e por adorarem fazer o que lhes é pedido. No entanto, por serem cachorros muito dóceis e sensíveis, é preciso tomar cuidado na hora de ensinar os truques ou iniciar o adestramento. É necessário saber como conduzir o pet, mas tem que prestar atenção para não ser grosseiro, gritar ou agir de forma incoerente com ele, porque isso pode assustar muito os exemplares de bichons e dificultar ainda mais o aprendizado. Outra questão que faz os Bichon Frisés serem considerados cachorros muito inteligentes é o fato de que conseguiram sobreviver nas ruas com muita facilidade quando passaram a não ser mais tão interessantes para os nobres. Eles são comumente treinados para competições de obediência e de aprendizado de truques.
Em geral, cachorros da raça bichon frisé vivem entre 12 e 13 anos. No entanto, se eles forem bem cuidados, eles podem sim atingir uma idade mais avançada, na faixa dos 15 aos 18 anos. Para isso, leve seu cachorro com frequência ao médico veterinário e trate eventuais problemas de saúde, além de manter sempre em dia sua vacinação e alimentá-lo corretamente.
Por ser um cachorro muito ativo e cheio de energia, é necessário dar muita atenção a ele: fazer brincadeiras com frequência, levar para passear. Além do mais, ele é um cachorro que precisa de espaço e lugares para gastar sua energia. É ideal também incentivar seu bichon a fazer atividades mentais, tarefas que eles adoram e que os deixam bastante satisfeitos. Escovar seu pelo e realizar tosas pelo menos três vezes ao ano é indicado para manter sua pelagem bem cuidada e livre de nós.
Eles eram os animais de estimação de um rei francês, Francisco I, e também de quem o sucedeu, Henry III. Existem histórias de que o Henry III levava o seu cachorro Bichon Frisé no ombro, dentro de uma cesta, para todos os lugares, de tanto que era apaixonado pela raça. Além disso, eles chegaram a ser utilizados como moeda de troca por marinheiros por causa do sucesso que faziam. Os bichóns por muito tempo foram amados por pessoas poderosas, sendo na época uma raça exclusiva de aristocratas. Com o tempo, muitos deles foram abandonados nas ruas e adotados por circenses, que viram nesta raça muitas vantagens: inteligentes e leais, eles obedeciam e aprendiam com muita facilidade, dando um toque a mais às apresentações de circo. Embora a raça exista no Brasil, é bem menos popular que o poodle.
Videos
Ainda não temos videos para esse pet