Tudo sobre o seu:

Cairn Terrier

A própria denominação da raça (Terrier) dá uma boa pista sobre os instintos desse animal: gosta de cavar, latir e perseguir. Outros adjetivos podem ser aplicados a esse cão de origem escocesa facilmente como alegre, inteligente e que ama receber atenção da sua família, principalmente em forma de brincadeiras. São cães ideais para casa ou apartamentos pequenos, pois embora sejam muito ativos, não precisam de muito espaço para gastar suas energias. Corajosos, adoram caçar, principalmente insetos e roedores, e estão ligados em tudo ao seu redor. É ele quem vai te avisar sobre a presença de qualquer visitante.

Características do seu Cairn Terrier

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Cairn Terrier

Tamanho

A altura varia de
25 a 33 cm

Peso

O peso varia de
6 a 8 kg
Pelagem
A pelagem é dupla: subpelagem com os pelos curtos e macios e a pelagem externa é mais dura e abundante, com um ar descabelado, e que resiste bem à água. Para manter os pelos em dia, são necessárias escovadas regulares, e duas vezes ao ano os pelos mortos devem ser arrancados à mão. Sempre que necessário também deve-se retirar o excesso de pelo dos ouvidos. A tosa não é recomendada, mas um corte profissional com tesoura a cada semestre pode ser bem-vindo.
Cheio de energia e fã número um das brincadeiras tende a se manter saudável quando conta com uma boa dieta e visita regularmente o médico veterinário. É um excelente parceiro para caminhadas de 20 ou 30 minutos, principalmente se for em um lugar arborizado. Só não esqueça da coleira para evitar que o peludinho resolva se aventurar sozinho por lugares desconhecidos.
É um cão sensível, apesar da sua natureza independente. Ao corrigi-lo, nada de palavras ou gestos mal educados, o Cairn fica facilmente magoado e não vai responder bem às broncas, com ele o treinamento positivo com ajuda de alguma recompensa é sempre a melhor escolha. Adora as crianças e se dá bem com outros animais, porém precisa ser ensinado desde filhote.
O Cairn tem curiosidade de sobra e aprende muito rápido, porém, como todo Terrier, pode-se mostrar independente e um pouco teimoso. Com muito carinho na abordagem para não chateá-lo, deixe claro desde cedo a sua autoridade ou ele passará para o comando das situações dificultando sua socialização - siga o mantra: positivo, gentil e constante. Ele gosta da atenção e não lida nada bem com a solidão, se perceber que foi colocado pra escanteio, pode ter comportamentos irritantes e/ou destrutivos para chamar a atenção da família.
Os pequeninos vivem, em média, entre 12 a 15 anos.
Não é porque o Cairn consegue gastar muita energia dentro casa que ele não precisa de passeios diários. Uma caminhada ao ar livre é importante para qualquer animal, pois ajuda na prática de exercício e também na socialização do pet. Visitas a clínicas veterinárias são essenciais e ajudam a prevenir doenças como o hipotireoidismo - distúrbio da glândula tireóide, que pode levar a condições como epilepsia, alopecia (queda de cabelo), obesidade, entre outros.
Lembra do filme O Mágico de Oz? Totó o cãozinho de Dorothy, um dos mais famosos do cinema, era na vida real a cadelinha Terry, uma Cair Terrier de seis anos, que durante as filmagens quebrou a pata em um acidente e foi substituída por um dublê por 15 dias. Carl Spitz, pai da cachorrinha famosa, ainda a treinaria para outras sete produções antes de sua morte em 1945.