Tudo sobre o seu:

Cão da Eurásia

O Cão da Eurásia, ou Eurasier, como também é conhecido, é uma raça de cães de tamanho médio, do tipo Spitz, de origem alemã. Esses cachorros são conhecidos por serem muito inteligentes, leais e temperamentais. Eles são cães de guarda muito sólidos e orientados para a matilha, o que os torna ideais para aqueles com famílias grandes e até com crianças. Entretanto, eles não se saem bem quando são deixados sozinhos, podendo ficar ansiosos e deprimidos. É uma raça originada a partir do cruzamento entre Chow Chow e Wolfspitz.

Características do seu Cão da Eurásia

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!
Pelagem
A pelagem do Cão da Eurásia costuma ser uma mistura de pelos e cores das raças que lhe deram origem, o Chow Chow e Wolfspitz, sendo as mais comuns o preto, preto e castanho, castanho, vermelho e zibelina. Geralmente, Cães da Eurásia possuem uma pelagem macia, áspera e de comprimento médio, e uma subpelagem curta, macia e espessa. Eles têm pelos longos na barriga, cauda, na parte de trás das pernas dianteiras e na parte de trás da cabeça e pescoço, o que dá a aparência de uma juba. Não precisam de muitos cuidados especiais, apenas uma escovação por semana será o suficiente para mantê-los saudáveis e brilhantes.
A raça pode estar predisposta a algumas das mesmas condições que o Chow Chow e Wolfspitz também enfrentam. Embora a maioria seja inteiramente saudável, alguns podem estar sujeitos a alguns problemas de saúde, motivo pelo qual é importante um bom atendimento e exames veterinários frequentes. Alguns dos problemas de saúde mais comuns dos quais o Cão da Eurásia sofre incluem: displasia coxofemoral (do quadril), luxação patelar, hipotireoidismo e problemas oculares.
O Cão da Eurásia é uma raça calma, que adere uma mentalidade de matilha. Isso significa que ele é um cachorro muito ligado à família. Ele costuma estar sempre em alerta ao ambiente e vigilante, o que o torna um ótimo protetor. Por ser dessa forma, ele não curte a ideia de ficar sozinho, muito pelo contrário. Essa raça tem um temperamento muito suave e adora desfrutar de um ambiente familiar onde está constantemente com alguém com quem se sente confortável. Apesar disso, um Cão da Eurásia pode levar um tempo para conhecer novas pessoas e cães, embora não seja agressivo.
O Cão da Eurásia é uma raça muito inteligente, que está sempre disposta a aprender coisas novas. Apesar disso, cães da raça costumam ser teimosos, o que precisará de persistência por parte dos pais.
Sua expectativa de vida varia entre 12 e 14 anos.
Como todos as raças, o Cão da Eurásia precisa de exames veterinários regulares para garantir que seja saudável e que não exista problemas subjacentes. É preciso verificar frequentemente os ouvidos em busca de detritos e pragas, realizando uma limpeza conforme recomendado por um médico veterinário. Sobre exercícios, a raça não é excessivamente ativa. De fato, muitos pais descrevem seu Cão da Eurásia como um peludo bem preguiçoso. Uma caminhada de 30 a 60 minutos uma vez por dia é o bastante para esta linhagem, embora ela também aprecie algumas brincadeiras ativas em ambientes fechados ou no quintal também.
O criador alemão Julius Wipfel começou a misturar Chow-Chows com cães Wolfspitz e, posteriormente, samoiedas na década de 1960. A mistura resultou no Cão da Eurásia moderno, embora a raça fosse originalmente conhecida como Wolf Chow. Em 1973, a Federation Cynologique Internationale, uma federação internacional de clubes nacionais de canis, reconheceu a raça como o Eurasier, um nome que foi escolhido para refletir seus antecedentes europeus e asiáticos. Eles designaram a raça como um tipo Spitz.