Tudo sobre o seu:

Cão de Castro Laboreiro

Este cachorro de nome curioso é de origem portuguesa, mais especificamente de uma região montanhosa delimitada pelos rios Minho, Trancoso, Laboreiro e Mouro. O Cão de Castro Laboreiro é um pet vigoroso, de pelagem tigrada e totalmente voltado ao trabalho - no caso, cuidar de rebanhos. Corajoso e protetor, ele não vai permitir que pessoas ou animais estranhos se aproximem do seu território sem serem devidamente apresentados. Bastante leal à sua família humana, precisa de um treinamento precoce para entender que nem todo mundo representa perigo e aprender a responder aos seus comandos.

Características do seu Cão de Castro Laboreiro

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Cão de Castro Laboreiro

Tamanho

A altura varia de
51 a 64 cm

Peso

O peso varia de
25 a 40 kg
Pelagem
A pelagem tigrada em tons de cinza, castanho ou avermelhado com preto é bonita e requer pouco trabalho para higienização e escovação. Os pelos são curtos e bastante grossos, sendo geralmente mais densos na região da cabeça e pescoço. Uma escovação por semana é recomendada para tirar os pelos mortos.
Como a raça não é tão numerosa, por enquanto não há relatos de doenças que precisem entrar na lista de preocupações. Mas, por se um cachorro de porte grande, é bom ficar atento aos casos de displasia coxofemoral, torção gástrica e “calos de decúbito” (feridas/ ausência de pelos nas regiões de articulações que podem ter contato frequente com o chão).
Por natureza, o Cão de Castro Laboreiro será um cachorro dentro de casa e outro bem diferente quando colocar as patinha na rua. Dócil e leal à família, o grandalhão faz cara de poucos amigos quando sai para o “trabalho”, mas não é um cão de partir pra briga por qualquer motivo. Chama a atenção seu latido de alerta, que começa com um som mais grave, vai baixando a frequência e termina com um som prolongado. Para conviver com outros pets precisa ser ensinado desde cedo, já com as crianças de casa vai interagir numa boa, porém como é um cão muito forte e ágil, pode derrubá-las mesmo sem querer.
Bastante inteligente, os cães desta raça podem responder a diversos comandos e aprender diferentes tarefas, principalmente aquelas que envolvam guarda e proteção. Difícil é fazer o pet corresponder às suas vontades, já que o Cão de Castro Laboreiro tem tudo para valorizar bastante a sua independência. É recomendada uma certa experiência para que, com a ajuda de treinamentos constantes e precoces, além de uma abordagem positiva, o pet entenda que você merece a confiança e obediência dele.
O cão trabalhador vive, em média, entre 11 e 13 anos.
Definitivamente, este peludão não nasceu para viver dentro de um apartamento. Os cachorros desta raça precisam de espaço e “trabalho” diário para ficarem satisfeitos, do contrário, podem mostrar o quão teimosos podem ser, além de apresentarem comportamentos destrutivos e temperamento hostil, que com certeza não serão do seu agrado.
O Cão de Castro Laboreiro vem é uma das mais antigas raças da Península Ibérica e deve seu nome a uma pequena aldeia chamada “Castro Laboreiro”, localizada no município de Melgaço, no extremo norte de Portugal.