Tudo sobre o seu:

Coelho Chinchila

Os coelhos da raça Chinchila receberam esse nome devido à semelhança da pelagem com o roedor originário da região andina, a chinchila (Chinchila lanígera), conhecida como uma das espécies de pets não convencionais criadas no Brasil. Os primeiro exemplares foram criados na França, e embora não se saiba exatamente quais foram as raças utilizadas no cruzamento, acredita-se que haja uma combinação das raças Himalaia, Beveren e Tan, bem como de coelhos selvagens. Ao chegar aos Estados Unidos, novos cruzamentos foram realizados a fim de aumentar o tamanho da raça original para melhor aproveitamento nas áreas de produção de carne e pele, sendo criadas novas variedades. Portanto, hoje são conhecidas as raças Chinchila Standard, Chinchila Americano e Chinchila Gigante. O Chinchila Standard é bastante criado como coelho pet enquanto o Americano e o Gigante são destinados principalmente para carne e pele, embora também possam ser animais de estimação. No geral, as características de pelagem são parecidas, os olhos são castanhos e as orelhas são de tamanho médio, eretas em formato de “v”, com um leve caimento para trás.
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!
Pelagem
A pelagem é densa, brilhante e lisa, apresentando uma coloração cinza-azulada, com áreas salpicadas de preto. O comprimento do pelo é médio, variando de 2,5 a 3cm. As patas e o peito devem ter a mesma cor da pelagem do corpo.
Fêmeas de médio e grande porte, devido à grande papada, como é o caso das variações da raça Chinchila, são mais suscetíveis ao desenvolvimento de dermatite úmida na papada (“papada molhada”), principalmente nas épocas mais quentes do ano. Acredita-se que esteja relacionada à umidade na região da papada, que fica molhada ou até mesmo encharcada devido ao consumo de água, predispondo à ocorrência de processo inflamatório. Desta forma, recomenda-se manter o pet sempre seco e limpo, além de dar preferência para bebedouros do tipo “nipple” ao invés de potes de água abertos. Raças gigantes são mais predispostas a desenvolver cardiomiopatia e doenças articulares.
São coelhos dóceis e brincalhões, sendo ótimos companheiros.
São inteligentes e podem ser domesticados facilmente.
A expectativa de vida pode chegar a 10 anos. Raças maiores tendem a ter uma vida mais longa quando comparadas às raças pequenas.
Quanto maior forem os coelhos, maior o espaço que necessitam. Portanto, as variações Gigante e Americano precisam de um espaço consideravelmente maior quando comparadas ao Chinchila Standard. Como são animais curiosos e ativos, é importante proporcionar um ambiente com desafios e brinquedos, para que possam se entreter e se exercitar. Devido ao tamanho do pelo, os coelhos Chinchila não necessitam de muito cuidados no que diz respeito à pelagem, pelo menos uma escovação semanal é o suficiente.
Os coelhos Chinchila Gigante crescem muito rápido e podem chegar a pesar de 2,2 a 2,7Kg com apenas oito semanas de vida. No geral, os filhotes nascem com uma cor muito escura, quase preta, e a barriga mais clara. Após a primeira muda os filhotes apresentam a cor acinzentada, mas é perdida por volta do quarto mês dando lugar a um tom sombreado, e somente entre o sétimo e oitavo mês que a coloração característica da raça aparece. As fêmeas apresentam papada (dobra de pele ventral ao pescoço) relativamente grande. A criação de coelhos é legalizada no Brasil, sendo possível encontrar criadores em diversas regiões do país.