Tudo sobre o seu:

Malamute do Alasca

Muito confundido com o husky siberiano, o malamute do Alasca é um enorme cão de neve, que desde o ano 3000a.c. era utilizado para puxar trenós e pequenos carros com objetos, servindo como cachorro de tração. Criado nos Estados Unidos, este cachorro é forte e poderoso, podendo chegar aos 60Kg sem estar acima do peso. Por ser um cão de trabalho, o malamute costuma ser bastante focado e se dá bem em matilha, especialmente com pets de sua raça e que também trabalham como ele. Sua convivência com animais de outras espécies e crianças deve ser incentivada desde filhote, pois podem se mostrar um tanto quanto impacientes em alguns casos. Trata-se de uma raça cheia de foco que pode ser dominante em algumas situações.

Características do seu Malamute do Alasca

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Malamute do Alasca

Tamanho

A altura varia de
58 a 71 cm

Peso

O peso varia de
39 a 60 kg
Pelagem
Com as mesmas marcações dos huskies, o malamute do Alasca conta com uma pelagem semi-longa composta por pelo e subpelo. Seu subpelo é denso, fazendo com que consiga se dar bem em climas muito frios sem problemas. Ele pode aguentar bem a temperaturas negativas se mostrando bem disposto até mesmo perto dos -15°C. No Brasil, especialmente no verão e na primavera, o malamute pode perder muito pelo. Escovação diária é indicada para manter a saúde de sua pelagem e livrá-lo dos “tufos” de pelos mortos que comumente ficam aderidos ao seu corpo. Sua cor pode variar entre preto e cinza, com patas, barriga e parte do rosto sempre brancos.
O malamute do alasca costuma ser um cão saudável e que suporta muito bem temperaturas negativas mesmo sem usar roupas ou precisar de cobertores. Ele precisa, porém, de cuidados especiais no calor - uma vez que não está geneticamente adaptado a temperaturas tão altas como no Brasil. Por ser um cachorro de porte grande, o malamute pode ter displasia coxofemoral (espécie de encaixe irregular da articulação do quadril), algo que causa dor, desconforto e problemas de locomoção - o que pode ser um problema pra um cão tão imenso. A raça também costuma desenvolver problemas renais e catarata com o passar dos anos.
Bastante independente, o malamute do alasca costuma eleger um membro da família como seu favorito. Autoconfiante e decidido, ele pode se mostrar teimoso quando está focado e determinado a realizar algo. Assim como o husky siberiano, ele é independente e não costuma ser muito amoroso com aqueles que não possui vínculos estreitos. Muitos dizem que trata-se de uma raça um pouco agressiva, mas verdade é que os malamutes não gostam muito de ser contrariados. Eles também podem ser intolerantes com outros pets e crianças, em especial se tentarem contato físico de forma insistente ou se não respeitarem seus limites. Pelo seu porte, até mesmo um "chega pra lá" pode machucar. É melhor ficar atento aos seus sinais!
O malamute é excelente em competições que envolvam sua força e habilidade em puxar objetos com seu corpo, mas tem certa resistência em aprender comandos e truques, em geral. O malamute é um cão que convive muito bem - e próximo - aos humanos, mas não costuma obedecer o tempo todo, se mostrando bem livre e soberano neste sentido. Quando decidido, é difícil fazer com que ele mude de ideia, por isso é essencial criar um laço com o pet a fim de trazê-lo para si.
Um cachorro da raça malamute do alasca tem uma expectativa de vida de 12 anos, aproximadamente.
A raça solta muito pelo no verão e na primavera. Cuidar de sua pelagem é essencial para que ele não fique com tufos presos em seu corpo e nem os espalhe por toda casa. Usar uma escova própria para seu tipo de pelagem facilita bastante o trabalho. Como é um cão grande que precisa de bastante atividade, pode ser que na cidade ele não tenha tantas opções. Malamutes podem ganhar mais peso do que deveriam em casos assim. Fique de olho e crie uma rotina para seu pet que permita que ele faça exercícios regulares. Brincadeiras mais "pesadas" também podem ser uma opção, já que estão acostumados a carregar objetos, por exemplo.
Malamutes podem passar horas fazendo atividades físicas sem demonstrar cansaço. Se você não tem muito tempo ou possui hábitos sedentários, repense a companhia de um exemplar desta raça. No inverno, eles são bem mais ativos do que no verão, época em que pode se mostrar mais cansado e prostrado. Diferentemente do husky, o malamute do alasca não é encontrado em tons de vermelho ou marrom, apenas no cinza e preto.
Videos
Ainda não temos videos para esse pet