Tudo sobre o seu:

Norfolk Terrier

Alerta, ágil e fiel, o Norfolk Terrier é classificado como “um cão de grande porte dentro de um pequeno”. Ele foi desenvolvido para caçar animais nocivos em celeiros de fazendas dos Estados Unidos, em meados do século XVIII. Ainda não se sabe ao certo, mas muitos acreditam que a raça é oriunda do cruzamento entre Border Terriers, Cairn Terriers e Irish Terriers. Se está procurando um bom companheiro pet, animado, extrovertido e destemido, um Norfolk Terrier pode “cair como uma luva” na sua família.

Características do seu Norfolk Terrier

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!
Pelagem
Nas cores vermelho, trigo, preto e castanho, a pelagem da raça é dupla, com um subpelo macio e sedoso e a camada superior um pouco mais grossa. Os pelos que rodeiam o pescoço e dos ombros são mais compridos, formando uma espécie de crina protetora. O Norfolk Terrier deve ser escovado semanalmente e banhos devem ser dados apenas quando houver necessidade.
No geral, o Norfolk Terrier é um cão bastante saudável, assim como todos os Terriers, mas é propenso a algumas doenças como displasia da anca canina (displasia coxofemoral), luxação patelar, sensibilidade à vacinação e a doença valvar mitral (MVD), que é uma complicação cardíaca muito comum na raça que, inclusive, está sendo estudada para ser erradicada pelos criadores.
Ativo, alerta e sempre de bem com a vida, o Norfolk Terrier é aquele companheiro que topa qualquer parada. Ele busca diversão incansavelmente - o que pode ser exaustivo, às vezes. É um típico cão Terrier, ou seja, independente, trabalhador e pronto para perseguir uma presa. Assim como todos os cachorros, ele também precisa ser socializado precocemente para que não haja problemas comportamentais como agressão ou timidez quando atingir a fase adulta.
Os Norfolk Terriers são bastante inteligentes e estão sempre dispostos a aprender coisas novas. Eles são recomendados para pais de primeira viagem, isto é, que não têm experiência em educação canina, mas é preciso dizer que a paciência deve ser chave para treinar esses cãezinhos, pois, assim como outros Terriers, são independentes e, às vezes, um pouco teimosos.
Um Norfolk Terrier vive, em média, entre 12 e 15 anos.
No geral, o Norfolk Terrier é um cão bem fácil de cuidar e não exige tantos encargos. Ele pode viver dentro de apartamentos tranquilamente, desde que seja proposta uma boa rotina de exercícios físicos, incluindo passeios, caminhadas, jogos e brincadeiras. Vale destacar que esses cães não podem ser deixados sozinhos por longos períodos e sem ter o que fazer. O tédio é o principal fator que desencadeia alguns comportamentos inadequados como destrutividade e latidos excessivos. Um Norfolk Terrier deve viver, seja em um apartamento, quintal ou jardim, em um ambiente bastante enriquecido para que ele tenha o que fazer durante o dia.
A raça teve diversos nomes desde a sua criação. Ela era conhecida como “Cantab Terrier”, depois passou a se chamar “Trumpington Terrier” ou “Jones Terrier”, em homenagem a um dos criadores da raça nos Estados Unidos.