Tudo sobre o seu:

Pixie Bob

De rabo curto, pelagem tigrada e aparência selvagem, o Pixie Bob é uma raça de gato relativamente recente. As histórias sobre sua origem são incertas, mas acredita-se que o primeiro exemplar de Pixie Bob nasceu em 1985 nos Estados Unidos, a partir da ninhada não planejada de um Lince e um gato de doméstico. O gato pertencia a Carol Ann Brewer e ela nomeou um dos filhotes de Pixie, que se tornou a mãe base desta raça. Embora não hajam provas concretas de que o pai de Pixie era realmente um gato selvagem, isso é aceito pelos criadores até hoje. Em 1989, a criadora escreveu o primeiro padrão da raça que deu o nome de Pixie Bob, em homenagem a Pixie e Bob (devido ao nome Bobcat que do inglês significa Lince-pardo). Quando Brewer começou a buscar aceitação de associações para a raça, descobriu o quão difícil seria registrar um suposto híbrido de gato selvagem, mesmo que isso não fosse verdade, pois o CFA, por exemplo, não aceita raças com sangue de gato selvagem, nem mesmo o popular Bengal. Em 1998, a TICA (The International Cat Association) reconheceu esse gatinho e o teste de DNA deu negativo para traços selvagens.

Características do seu Pixie Bob

Energia
Apego ao dono
Tendência a miar
Amoroso
Inteligência
Brincalhão
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Pixie Bob

Tamanho

A altura varia de
20 a 25 cm

Peso

O peso varia de
4 a 7 kg
Pelagem
O Pixie Bob pode ter variações de pelagem, sendo aceito pelos compridos ou curtos. Possuem subpelo com textura lanosa que se destaca no corpo, dando uma sensação acolchoada e macia. Alguns exemplares têm pelos destacados nas pontas das orelhas, assim como os Linces. Seu pelo facial cresce para baixo, dando a impressão muitas vezes de uma barba. A pelagem do Pixie Bob é malhada e marrom, que pode variar para um marrom avermelhado. As suas listras são suaves e estão presentes em todo o corpo.
De acordo com alguns criadores, não foi reportada nenhuma predisposição a doenças na raça ou problemas de saúde. Procriar Pixie Bobs sem que seja um criador reconhecido é proibido por esse motivo, já que algumas raças têm maior incidência a certas doenças hereditárias e isso poderia reverter o status que esse gatinho possui atualmente. O tamanho de seu rabo pode ser uma preocupação, pois é causado por uma deformidade no final da coluna vertebral. Se a cauda for muito curta, traumas nessa região podem levar a problemas neurológicos e motores graves. Entretanto, mesmo que não haja incidência de doenças genéticas na raça, esse gatinho ainda pode ficar doente devido a patologias infecciosas ou adquiridas. Por isso, é muito importante levá-lo ao médico veterinário para exames de rotina.
A aparência selvagem do Pixie Bob não condiz nada com seu temperamento, que é gentil, confiável e amoroso. O temperamento pode variar dependendo das linhagens, porém, na maior parte das vezes são inteligentes, sociáveis com pessoas, gentis e curiosos. São bastante apegados à família e possuem um jeito delicado de brincar, não sendo destrutivos. Se dão bem com crianças, outros pets e não tendem a escolher apenas uma pessoa para amar, sendo carinhosos com todo mundo. A vocalização do Pixie é bem tímida e são quietos, só miam quando há algo muito importante a dizer. São gatos ativos que desejam participar de todas suas atividades, mas também são descontraídos e participam calmamente dessas atividades.
O Pixie possui um temperamento calmo, como dito anteriormente e, por isso, é super fácil de educá-lo. Considerados extremamente inteligentes, aprendem rápido os comandos e quase nunca desafiam a paciência de seus pais humanos. O Pixie é um gato observador conhecido por ser um “gato-cão”, pois não irá hesitar em pular no seu colo para ganhar um carinho ou até mesmo passear de coleira. Muitos criadores relatam que essa raça gosta de passear de carro e dar uma voltinha com peitorais adequados. Mas lembre-se que a segurança vem em primeiro lugar, nunca force seu Pixie a fazer algo que ele não queira.
O tempo de vida do Pixie Bob é de 13 a 15 anos.
O Pixie não exige muitos cuidados específicos. Se o seu pelo for longo, recomenda-se a escovação pelo menos três vezes na semana. Agora, se for curto, recomenda-se pelo menos um vez por semana. É considerado um gato de porte grande que pode chegar até 8Kg quando adulto. Por isso, esteja atento ao peso do seu Pixie e resista a dar petiscos extras. É preciso ofertar uma alimentação de boa qualidade, deixar água à disposição e estar com o calendário de vacinação e vermifugação em dia, assim você contribui para uma vida longa e saudável para seu gatinho.
O Pixie Bob é a única raça de gatos em que a polidactilia é aceita. A polidactilia é caracterizada por um número maior de dedos do que o usual. Geralmente, os gatos possuem cinco dedos nas patas dianteiras e quatro nas traseiras. Porém, pode acontecer do Pixie ter até sete dedos em cada pata. Outra curiosidade é que às vezes, o Pixie é confundido com o Bobtail Americano, mas essas são duas raças diferentes.