Tudo sobre o seu:

Retriever da Nova Escócia

Como o próprio nome já entrega, o Retriever da Nova Escócia, também conhecido mundo afora como Nova Scotia Duck Tolling Retriever ou simplesmente “Toller”, foi criado na Nova Escócia, província do Canadá, em meados do século XIX, para caçar patos e outras aves aquáticas. A origem ainda é incerta, mas muitos acreditam que a raça seja resultado do cruzamento entre o Golden Retriever e o Chesapeake Bay Retriever.

Características do seu Retriever da Nova Escócia

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!
Pelagem
A pelagem do Retriever da Nova Escócia é dupla, densa, macia e de comprimento médio, repelente à água. Os pelos vermelhos ou laranjas trazem uma leve semelhança a uma raposa. Ele pode ter manchas brancas no peito, rosto ou na ponta da cauda, que antes era essencial para identificar o cão em longas distâncias durante as caçadas. Uma escovação por semana é o suficiente para evitar que a pelagem se emaranhe e para remover os pelos mortos. Entretanto, durante o outono e primavera pode haver a necessidade de escová-lo com mais frequência.
O Retriever da Nova Escócia tem uma saúde invejável, mas, como quase todas as raças, é propenso a alguns problemas, como displasia do quadril, atrofia progressiva da retina e anomalia no olho do Collie (CEA) que, apesar de ser geralmente vista em Collies, está se popularizando entre Retrievers da Nova Escócia.
Alegre, gentil e brincalhão, o Retriever da Nova Escócia é um exímio companheiro de família. É um cachorro paciente, amoroso e extrovertido, características possivelmente herdadas do Golden Retriever. Ele geralmente se dá muito bem com outros animais e pessoas estranhas. Porém, assim como todos os cães, a socialização deve ser realizada ainda quando filhote.
Os Retrievers da Nova Escócia (Duck Tolling Retriever) são inteligentíssimos, curiosos e sempre estão dispostos a aprender coisas novas, tornando fácil o adestramento. As sessões de treinamento devem ser curtas, instigantes e divertidas, pois eles se entediam com total facilidade, caso os ensinamentos sejam repetitivos e monótonos.
Um Retriever da Nova Escócia vive, em média, entre 12 e 14 anos.
O Retriever da Nova Escócia é um cão altamente enérgico que precisa se exercitar regularmente, seja por meio de caminhadas, passeios, corridas, jogos ou brincadeiras em períodos isolados do dia. O mais recomendado é que ele viva em ambientes bem amplos para correrem livremente, mas pode residir em um pequeno apartamento, desde que seja muito bem exercitado.
Se pretende adotar um cão limpo e arrumado, o Retriever da Nova Escócia pode não ser a raça ideal, pois ele adora rolar e se sujar por aí, além de soltar bastante pelos em algumas épocas do ano.