Tudo sobre o seu:

Rottweiler

Eles são grandes, fortes e apesar da cara de mau são cães muito amorosos e extremamente apegados aos seus humanos. Trata-se de uma raça muito antiga, afinal os antecessores dos Rottweilers acompanhavam as legiões romanas pelos longos caminhos que percorriam. Uma das paradas obrigatórias dos soldados ficava do sul da Alemanha, um centro comercial e administrativo muito importante que se desenvolveu ainda mais com a presença dos romanos. Os prédios mais importantes receberam telhas vermelhas e a região passou a ser conhecida como Rottwill que significa vila vermelha. Com o tempo, o nome mudou para Rottweil. como é conhecida até hoje. Daí surgiu o nome da raça Rottweiler. Por volta de 250d.c., os romanos foram expulsos da região por tribos locais e muitos dos cães foram deixados para trás, a população passou então a criá-los. O cachorro Rottweiler chegou à América em 1928 e foi registrado pelo American Kennel Club em 1931.

Características do seu Rottweiler

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Rottweiler

Tamanho

A altura varia de
56 a 69 cm

Peso

O peso varia de
35 a 60 kg
Pelagem
A pelagem do Rottweiler é uma de suas principais características da raça e não possui variações: os pelos são pretos com coloração marrom (dourada) em partes delimitadas e específicas. São formados por subpelos e pelos de comprimento médio, densos e rijos. A perda de pelos é moderada, mas acontece durante todo o ano. Uma escovação diária evita quantidades grandes de pelos soltos pela casa, além de garantir aquele brilho fabuloso dos exemplares da raça.
Cães dessa raça podem apresentar alguns problemas de saúde de procedência genética. As mais comuns são a displasia coxofemoral/ de quadril e problemas gastrointestinais. A Displasia de Quadril consiste em uma alteração na articulação formada pelo fêmur e o osso coxal (da "bacia") que causa desconforto e prejudica a movimentação do cão. Em casos mais graves, podem até impedir que o animal se locomova. Por ser uma condição genética, é importante que exames sejam feitos desde filhote, para que o animal possa receber o tratamento adequado o quanto antes. Esta condição pode surgir, também, devido ao excesso de atividades físicas e pelo tipo de piso da sua casa. Apesar de a raça Rottweiler precisar de atividades físicas diárias e de alta intensidade, elas têm que ser acompanhadas de perto, já que por ser um cão forte e pesado se os exercícios não forem controlados poderá acontecer um excesso de esforço nas articulações do animal, podendo gerar alguns problemas. Outro ponto que merece atenção está relacionado com o sistema gastrointestinal do Rottweiler que é um tanto quanto sensível. A alimentação deve ser equilibrada e de alta qualidade, mas fora isso, algumas doenças podem ser mais graves se acometerem cães dessa raça. É o caso da Parvovirose, um vírus que ataca justamente o sistema gastrointestinal e que em cachorros dessa raça podem vir a se tornar problemas mais graves, como a morte. Alguns médicos veterinários indicam, inclusive, que filhotes de rottweiler recebam mais de três doses da vacina polivalente (V8 ou V10) já que sua predisposição a doenças virais é tão grande.
O Rottweiler tem fama de bravo, mas o que poucos sabem é que ele é um excelente cão de companhia, muito amoroso e apegado à família. Cães dessa raça costumam apresentar duas personalidades opostas: alguns são extremamente dóceis, no melhor estilo desengonçado de ser, outros são mais sérios e centrados em cuidar de seus humanos e de seu território. Por ser um cachorro muito forte, tudo o que o Rottweiler faz acaba sendo exagerado, por isso eles precisam de supervisão quando estiverem perto de crianças pequenas, apesar de se darem super bem com elas. Para garantir que seu amigo grandão seja calmo e gentil, a socialização deve começar quando ele ainda é um filhotinho. Filhotes de Rottweiler crescem rápido e ganham força cedo, por isso acostumá-los com crianças, outros animais e com a presença de estranhos é importante. Como são extremamente territorialistas e protetores com a família, a aproximação de qualquer pessoa ou animal diferente pode despertar um comportamento mais agressivo, por isso que o adestramento e a socialização são imprescindíveis desde cedo.
A raça ocupa a 9ª posição no livro A Inteligência dos Cães, de Stanley Coren, o que indica que são cães de fácil treinamento. Por serem muito leais e apegados aos tutores, eles farão de tudo para agradá-los e se mostrarão sempre atentos aos comandos. O que o Rottweiler mais quer é garantir que sua família esteja protegida e ele fará de tudo para que isso aconteça. Por isso é importante treiná-lo desde cedo para não agir de forma impulsiva na presença de estranhos e de outros animais. É importante não deixá-lo entediado nem ansioso, assim ele estará sempre equilibrado e atento aos seus comandos como um verdadeiro companheiro.
A expectativa de vida média do Rottweiler fica entre 8 e 10 anos. Manter as vacinações, antipulgas e vermífugos em dia vão garantir uma vida muito mais saudável para esses grandões.
Como era de se esperar, o Rottweiler precisa de atividade física diária, mas não precisam ser muito intensas. Caminhadas acompanhadas de seu tutor é tudo o que esses cães querem. Brincadeiras e estímulos também são essenciais para manter a concentração e a mente deles funcionando a todo vapor, além de evitar que eles fiquem ociosos. Cachorros da raça Rottweiler também têm uma tendência a engordar, por isso mesmo com os exercícios físicos diários, a alimentação tem que ser equilibrada e controlada. A perda de pelos é moderada e durante o ano todo, mas na primavera e no verão ela acontece de forma mais intensa, por isso prepare-se para escovações diárias e varridas pela casa. No entanto, são cachorros muito higiênicos e precisam de banhos apenas uma vez por mês.
A raça Rottweiler está entre as 10 preferidas pelos brasileiros. Estes cães já foram mais populares em nosso país, mas ainda hoje têm um espaço cativo em alguns lares. Em alguns lugares do mundo, ainda se realiza o corte do rabo do rottweiler. Isso, porém, é proibido no Brasil.
Videos
Ainda não temos videos para esse pet