Tudo sobre o seu:

Setter Gordon

Criado para caçar faisões e codornas, o Setter Gordon é um ótimo companheiros de caça e competidor de testes de campo. Geralmente, cães da raça também competem em provas de obediência, conformação e agilidade, e são ótimos cães de família. Desenvolvidos na Escócia, em meados do século XVII, os Gordons eram conhecidos na época pelas habilidades de perseguição de primeira classe e pela beleza.

Características do seu Setter Gordon

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Setter Gordon

Tamanho

A altura varia de
58 a 69 cm

Peso

O peso varia de
20 a 36 kg
Pelagem
A pelagem atraente do Setter Gordon é macia e brilhante, variando de reta a ligeiramente ondulada. Ele tem pelos compridos nas orelhas, no peito, na barriga, na parte de trás das pernas e na cauda. Ela necessita de duas a três escovações por semana para retirar os pelos mortos e evitar nós. Lembrando que escová-lo regularmente ajudará bastante a manter a pelagem limpa e sedosa. Suas cores preto e castanho são claramente definidas e nunca se misturam.
Geralmente os Setter Gordons são saudáveis, mas, como todas as raças de cães, são propensos a certas doenças e condições. Lembrando que nem todos os exemplares terão uma ou todas essas complicações, mas é importante estar ciente delas caso tenha um em casa ou planeja adotar. Displasia da anca: uma condição hereditária no qual o osso da coxa não se encaixa perfeitamente na articulação da anca. Alguns cães mostram dor e claudicação em uma ou ambas as pernas traseiras, mas você pode não notar nenhum sinal de desconforto neles. Displasia do cotovelo: acredita-se que seja causado por diferentes taxas de crescimento dos três ossos que compõem o cotovelo do cão, causando frouxidão nas articulações. Infelizmente, esta é uma condição hereditária comum em cães de raças de grande porte. Hipotireoidismo: é um nível anormalmente baixo do hormônio produzido pela glândula tireóide. Existem alguns sinais óbvios da doença que os pais podem notar, como obesidade, embotamento mental, queda das pálpebras, baixos níveis de energia e ciclos de calor irregulares. Atrofia Progressiva da Retina (PRA): trata-se de um distúrbio degenerativo dos olhos que eventualmente causa cegueira devido à perda de fotorreceptores na parte posterior dos olhos. Dilatação Gástrica Volvulus: também conhecida como inchaço ou torção, essa é uma condição com risco de vida que afeta grande parte dos cães grandes e com peito profundo, especialmente se eles são bem alimentados com uma refeição por dia, comem rapidamente, bebem grandes quantidades de água rapidamente ou se exercitam após a refeição. Isso ocorre quando o estômago é distendido com gás ou ar e depois torce, fazendo com que o cão seja incapaz de arrotar ou vomitar para se livrar do excesso de ar no estômago.
Apesar de sua lealdade e dedicação intensa à família, o Setter Gordon costuma ser desconfiado com pessoas estranhas, características que fazem dele um excelente cão de guarda. Ele é educado e muito ansioso para agradar, mas, como qualquer cão, pode aproveitar da liderança frágil e tornar-se um cão dominante. Por este motivo, a raça não é indicada para pais de primeira viagem. Além disso, igual a todas raças, o Gordon precisa de socialização precoce - exposição a muitas pessoas, visões, sons e experiências diferentes - quando jovens. Isso ajuda a garantir que o filhote cresça e torne-se um cão completo, ou seja, experiente e com um ótimo comportamento.
Embora Setter Gordons sejam conhecidos por sua teimosia, eles nunca podem ser sensíveis e facilmente intimidados com abuso e negligência. Portanto, o tratamento severo e hostil não é recomendado para esta raça. Em vez disso, um treinamento firme, justo e consistente, sem o uso de força física ou raiva, trará muito mais benefícios. Caso não seja adestrado, ele pode se tornar destrutivo e dominante.
A expectativa de vida do setter gordon é de 12 a 14 anos.
Os Setter Gordons necessitam de uma rotina de exercícios regulares, por isso são bons companheiros para pais corredores. Um bom jogo de busca no quintal do lar ou uma longa caminhada também contribuirá para o seu bem-estar físico. Por falar em quintal, a raça não é indicada para viver em apartamentos, justamente por sua alta energia. Os filhotes da linhagem costumam ser bastante indisciplinados. Deixe-os tocar tudo o que quiserem, mas é preciso limitar exercícios forçados, como corrida em estrada ou saltos de obediência, para evitar sobrecarga desnecessária nos ossos e articulações ainda em desenvolvimento.
A raça faz muito bem para crianças e pode ser empregado como o “protetor” da família. Em geral, ele é um companheiro maravilhoso e atencioso, principalmente para os baixinhos. Apesar disso, alguns Gordons podem ser agressivos com outros cães, mas não é uma característica comum da linhagem. Um treinamento firme e adequado desenvolverá a atividade mental, além de mantê-los ocupados e sem problemas.