Tudo sobre o seu:

Somali

Se você é apaixonado pelas características físicas do Abissínio, mas prefere gatos com pelagem longa, você precisa conhecer o Somali. Essa raça possui aparência selvagem, com orelhas grandes, cauda espessa, pelos avermelhados e compridos, lembrando muitas vezes uma raposa. Não só a aparência desse gatinho chama atenção, mas também seu temperamento dócil e divertido. A raça é uma versão do Abissínio de “casaco” longo e estudos genéticos indicam que o Somali teve origem durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Nessa época, os criadores do Abissínio estavam sem opções para continuar com a ascensão da raça e decidiram usar os gatinhos da ninhada que possuíam o pelo comprido - característica que a princípio não era aceita no Abissínio. Depois de alguns Abissínios nasceram com a pelagem longa, várias pessoas ficaram interessadas em separá-los como raças diferentes. Em 1976, a criadora norte-americana Evelyn Mague, conseguiu fixar o caráter do pelo semilongo do Abissínio. A nova raça foi batizada com o nome Somali, como referência ao país vizinho da Etiópia, de onde é originário o Abissínio. Todas as associações de gatos hoje reconhecem o Somali como uma raça diferente do Abissínio.

Características do seu Somali

Energia
Apego ao dono
Tendência a miar
Amoroso
Inteligência
Brincalhão
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do Somali

Tamanho

A altura varia de
20 a 25 cm

Peso

O peso varia de
4 a 6 kg
Pelagem
O Somali possui pelo semicomprido, fino e macio. A pelagem é mais curta na região dos ombros e há um listra escura que atravessa as costas, tendo início no pescoço e terminando na ponta do rabo. É aceito um comprimento menor de pelagem ao redor dos ombros. A cor é chamada de jaspeado ou ticking, que significa alternância de faixas escuras e claras em cada pelo. A barriga e o peito possuem cor uniforme avermelhada. A cor definitiva do Somali, que é um avermelhado, pode demorar para se desenvolver.
O Somali, no geral, é bastante saudável. Porém, foi identificado uma predisposição genética a duas doenças: deficiência de piruvato quinase e a atrofia progressiva da retina. A deficiência de piruvato quinase é hereditária e dados mostraram que 15 a 30% dos gatos Abissínio e Somali sejam portadores do gene defeituoso, sendo mais frequente nos Somalis do que qualquer outra raça de gatos. A piruvato quinase é uma enzima reguladora do metabolismo do açúcar e sua falta pode gerar anemia. Há testes de DNA disponíveis para saber se o peludo é portador da doença e, caso seja positivo, esse felino precisa ser retirado de reprodução e castrado para não propagar a doença. Já a atrofia progressiva da retina também possui caráter hereditário e afeta a visão do pet. Além das doenças hereditárias, mantenha seu Somali vacinado para ficar protegido de doenças contagiosas e leve-o ao médico veterinário para check-ups de rotina.
Como o Abissínio, o Somali é animado e caloroso, com muita necessidade de brincar. Tudo é um jogo e brincadeira para esses peludos. Muitos preferem perseguir uma bolinha de papel e com certeza irão trazer de volta aos seus pais humanos para poder jogá-las novamente. Invista em varas com penas na ponta, pois são um verdadeiro sucesso com os Somalis - e qualquer outro gato. Alguns criadores contam que não é só a aparência de raposa que é semelhante ao Somali, mas suas travessuras também. São gatinhos agitados que gostam muito de pular de uma lado para o outro, além de curiosos, bem humorados e verdadeiros fiscais de armários e gavetas (não esqueça de trancá-los quando um Somali estiver por perto). Apesar de toda a agitação, essa raça também é carinhosa e se dá bem com pessoas, mas não são gatos de colo. Geralmente não gostam de ser agarrados e irá se mexer até você soltá-lo. Há outras formas de demonstrar seu amor a um Somali, como um carinho em seu rosto e deixá-lo se envolver em tudo que estiver fazendo, algo que essa raça faz a todo momento.
A curiosidade desperta a inteligência nos gatos Somalis. São gatos astutos e espertos, usando isso principalmente nas brincadeiras e travessuras. É necessário fornecer a ele brinquedos que exijam trabalhar o cérebro, que se movam para sair guloseimas ou ração, fazendo com que o Somali gaste energia e libere o estresse acumulado. Por ser um gato agitado, pode ser difícil de treiná-lo e é necessário esforço e dedicação. O Somali gosta de ser o centro das atenções e ser filho único, preferindo não dividir os holofotes. É um gato extremamente observador e é conhecido por manipular seus pais humanos a fim de obter seus desejos, principalmente um pote de ração cheio.
O Somali tem uma expectativa de vida de 11 a 16 anos.
O pelo do Somali precisa ser escovado pelo menos duas vezes na semana para remoção de pelame morto e evitar formação de bolas de pelo em seu estômago. O Somali também necessita se mover constantemente, por isso, forneça um enriquecimento ambiental com bastante espaço para as brincadeiras, lugares altos com prateleiras, tocas e arranhadores. Além disso, são necessários cuidados básicos como escovação de seus dentes, alimentação adequada e consultas periódicas ao médico veterinário.
Os Somalis amam usar suas patinhas para tudo. Esta raça se diverte constantemente usando suas patas quando brincam, com sua incrível destreza, eles seguram objetos e até os manipulam.