Tudo sobre o seu:

Spaniel Francês

Também conhecido como French Spaniel ou Epagneul Français, o Spaniel Francês, como o próprio nome já entrega, foi desenvolvido na França, em meados do século XIV, especialmente para fins de caça. Ele era muito popular durante a Idade Média, sendo a raça favorita da realeza francesa na época. Mesmo sendo uma raça antiga, o Spaniel Francês era pouco popular fora do seu País de origem até a década de 1970, quando alguns exemplares foram levados para a província canadense de Quebec.

Características do seu Spaniel Francês

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!
Pelagem
A pelagem do Spaniel Francês é longa, ondulada, densa e sedosa e resistente à água e baixas temperaturas, sendo geralmente nas cores marrom e branco, com tons marrons que alternam de canela a fígado escuro. Apesar de ser longa na maior parte do corpo, ela exige poucos cuidados. Uma escovação semanal e banhos apenas quando houver necessidade são o bastante para mantê-la limpa, brilhosa e saudável.
O Spaniel Francês é um cão relativamente saudável, mas assim como a maioria dos cachorros, é propenso a alguns problemas de saúde, como otite externa, displasia do quadril, entrópio e síndrome da mutilação acral.
Calmo, gentil e equilibrado, o Spaniel Francês é um exímio cão de companhia. Ele é ótimo para crianças de todas as idades e outros pets do lar, desde que seja socializado cedo. Essa raça é popular pela lealdade que apresenta aos seus humanos.
O Spaniel Francês é um cão altamente inteligente, obediente e adora aprender coisas novas, o que facilita ainda mais a sua educação. Assim como todos os cães, ele necessita de um treinamento leve, divertido e firme ao mesmo tempo, utilizando a estratégia de reforço positivo.
O Spaniel Francês vive, em média, entre 12 e 14 anos.
Esses cachorros são altamente enérgicos e ativos e, por essa razão, precisam ser exercitados constantemente. Eles não são recomendados para viver dentro de apartamentos, a não ser que pratiquem atividades físicas ao menos uma hora por dia. Fora isso, os cuidados são os mesmos com todos os cães: levá-los regularmente ao médico veterinários, estar sempre atento à higiene bucal, dos ouvidos, pele e no geral.
Apesar da fama entre a realeza durante a Idade Média, o Spaniel Francês quase entrou em extinção na virada do século XX, mas foi salva por um padre francês que desenvolveu e exportou a raça para outros Países.