Tudo sobre o seu:

TerraNova

Eles são grandões, peludos, dóceis e fofos demais! Apesar de serem pouco comuns aqui no Brasil, cães da raça Terra Nova tem um lugar de respeito na história sendo considerada uma das raças com a maior habilidade dentro da água. Eles originaram em uma Ilha Canadense de nome Newfoundland (Terra Nova). Seus ancestrais eram cães indígenas, além do grande-cão-urso-preto que foram trazidos até a região por Vikings em algum momento após o ano de 1100. Esses adoráveis cães tornaram-se grandes companheiros dos pescadores da região, além de auxiliarem nas tarefas, já que nadar era o ponto forte. Quando pescadores vieram da Europa, outras raças foram cruzadas com os cães que já estavam instalados na ilha. Cachorros como o Labrador Retriever e o São Bernardo ajudaram a deixar a raça Terra Nova ainda mais forte e característica. Sendo assim, em 1610 quando a ilha Newfoundland foi colonizada, esses cães já estavam completamente instalados e definidos como uma raça uniforme. Foi em 1886 que a raça Terra nova foi registrada oficialmente pelo American Kennel Club.

Características do seu TerraNova

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!

Especificações do TerraNova

Tamanho

A altura varia de
63 a 74 cm

Peso

O peso varia de
54 a 68 kg
Pelagem
O pelo do cão Terra Nova é seu principal aliado na tarefa de ser um exímio nadador. Seus pelos são duplos, densos, oleosos e longos, protegendo-o do frio extremo e das águas geladas. As cores podem ser: preto, branco e preto e marrom. A variedade da cor branca e preta recebe o nome de Landseer, isso porque um pintor britânico de mesmo nome retratou um cão Terra Nova com essas características em um quadro seu. Soltam bastante pelo sazonalmente (entre primavera e outono) por isso precisam de uma boa escovação para retirada de pelos mortos. Prepare-se para um bom exercício braçal, já que esses peludos são grandes!
O Terra Nova é um animal saudável, na maioria das vezes. Das doenças genéticas duas são mais comuns: a displasia coxofemoral e a displasia de cotovelo. Ambas as condições apresentam má formação na articulação, condição que causa dor e desconforto ao animal. O uso de medicamentos pode diminuir o problema, mas dependendo da situação, a cirurgia é a melhor solução. Uma outra questão de saúde que pode acometer seu Terra Nova é a torção gástrica. Isso acontece quando o animal come demais ou muito rápido e o estômago do bichinho literalmente gira, o que pode levá-lo à morte. Por isso é sempre bom controlar a quantidade de comida e manter uma alimentação equilibrada, além de não permitir que façam atividades depois de comer ou beber muita água. Por serem muito grandes eles precisam de refeições completas e nutritivas, mas o exagero pode ser prejudicial, além de levar o animal à obesidade.
Esses cães são muito dóceis, leais e amorosos. Mesmo com seu tamanhão, são super recomendados para o convívio com crianças por serem pacientes e gentis. Apesar do tamanho avantajado, são cães delicados e ágeis, sabendo dosar sua força. Vale a pena ter em mente que, mesmo sendo um animal bonzinho, ele deve ser socializado desde filhote, para que saiba conviver e interagir com outras pessoas e principalmente com estranhos, a fim de não se tornar um cão hostil ou medroso, o que pode levá-lo a desenvolver problemas como ansiedade. São cães que latem muito pouco! Apesar de serem muito protetores com a casa e com a família, late apenas se presenciar alguma coisa fora do comum.
O Terra Nova é uma raça muito bem coloca no ranking de classificação da inteligência canina, exposta por Stanley Coren em seu livro “A Inteligência dos Cães”. Esse grandão está na posição de número 34, mostrando-se um animal inteligente, que compreende e grava os comandos rapidamente, precisando de um baixo número de repetições para aprender o que lhe for ensinado. Por serem cães muito amigáveis e extremamente apegados aos tutores e à família como um todo, eles farão todo o possível para obedecer aos comandos da melhor forma possível, já que ajudar seu tutor é uma das alegrias para cães dessa raça.
Assim como a maioria dos cães de tamanho grande, a expectativa de vida do Terra Nova é de 8 a 10 anos.
Cachorros da raça Terra Nova, apesar do enorme tamanho, não precisam de exercícios físicos intensos. Pelo contrário, por suas dimensões e propensões a problemas ortopédicos, as atividades devem ocorrer de forma moderada e controlada. E, ao contrário do que possa pensar, esses grandões devem sempre dormir perto da família e não ficar sozinhos em quintais e áreas externas. Isso mesmo, seu tamanho de nada impede que eles fiquem bem pertinho de seus tutores. Claro que apartamento não é o lugar mais indicado para se criar um animal desse porte, mas tendo um espaço aberto para atividades físicas regulares, o Terra Nova ficará muito feliz com um cantinho só dele, por exemplo. Isso ajuda a provar o fato de que essa raça detesta ficar longos períodos sozinho. Ter companhia é essencial para que esse cão tenha uma vida saudável. Apesar da queda sazonal de pelo e de que o mesmo deve ser escovado com frequência, banhos devem ser dados com um espaço razoável de tempo, isso porque os pelos do Terra Nova são oleosos (uma das características que facilita seu bom desempenho na água). Por isso, dar muito banho com shampoos e outros produtos acabam desequilibrando essa característica dos pelos do cão. Apesar de o banho não ser frequente, você deve ter o costume de deixar seu Terra Nova nadar de forma regular, já que esse é um dos maiores prazeres desses cães. Após um bom mergulho na piscina, não se esqueça de passar água corrente antes de secá-lo, para retirar cloro ou possíveis impurezas que possam machucar a pele do animal.
Cães da raça Terra Nova babam muito e não há o que se possa fazer a respeito disso. Essa característica pode ser inconveniente para nós, mas para eles é um dos fatores que lhes permite resistência física. Os lábios “caídos” desse animal permitem que o ar passe mesmo que eles estejam com algo na boca, garantindo grande habilidade. As “patinhas” do Terra Nova possuem membranas interdigitais (ou seja, entre os “dedos” do animal) mais desenvolvidas que de outras raças. Assim como sua cauda (larga e bem forte na raiz), que serve como uma espécie de remo para o cão. Essas características ajudam a fazer desse cão um exímio nadador. O maior cão dessa raça já registrado tinha quase dois metros e pesava 117 quilos de pura fofura, o equivalente ao tamanho de um elefante filhote.
Videos
Ainda não temos videos para esse pet