Tudo sobre o seu:

Bulldog Francês

Também conhecido como “Frenchie”, acredita-se que o buldogue francês teve sua origem em três países: Inglaterra, França e Estados Unidos. Os criadores da raça defendem que a Inglaterra é responsável pela origem no antigo Buldogue. A França ajudou a desvincular os Buldogues Franceses dos Buldogues ingleses e os EUA foram os responsáveis por trazerem as orelhinhas pra cima, característica muito conhecida desses pets.

Características do seu Bulldog Francês

Energia
Obediência
Inteligência
Territorialista
Apego ao dono
Tendência a latir
Amizade com crianças
Amizade com outros animais
Banner - Cadastre seu pet
Perfil pet
Cadastre seu bichinho e descubra os produtos perfeitos para ele!
Pelagem
A pelagem do buldogue francês é curta, lisa, macia e brilhante. Suas cores mais comuns são o preto tigrado, o dourado e o bicolor (preto e branco), mas outras variações também são muito almejadas por criadores e amantes da raça.
Sendo uma raça braquicefálica (com focinho bem curto), é essencial que os pais desses cães entendam que Buldogues Franceses não devem viver fora de casa. O sistema respiratório comprometido torna difícil a tarefa de regular a temperatura, além disso, os Buldogues Franceses são bem pesados e podem ter dificuldade em nadar! Alguns problemas de pele são comuns da raça e suas dobrinhas (especialmente as do rosto) precisam de atenção especial.
Os Buldogues Franceses são bastante enérgicos, fiéis à família e carinhosos. Adoram ficar pertinho ganhando bastante cafuné! Mas, por ser uma raça de sangue bull e terrier, pode apresentar alguns problemas na hora de conviver com outros cães, principalmente se todos forem machos não castrados. O buldogue possui uma tendência a ser invasivo e querer se impor. Fique atento aos menores sinais e oriente seu pet a fazer abordagem menos bruscas.
No ranking de obediência canina publicado no livro A Inteligência dos Cães, do especialista Stanley Coren, o Buldogue Francês está na posição 58ª de 79. Segundo seus estudos, os Buldogues Franceses tendem a repetir um mesmo exercício de adestramento por, mais ou menos, 25 vezes até que possam compreendê-lo. Eles geralmente só aprendem mesmo após treinarem de 40 a 80 vezes! Isso, porém, não atrapalha no dia-a-dia, quando o principal é seguir regras básicas. Só é importante ter uma dose extra de paciência para ensiná-lo - já que pode ser bastante teimoso, dominante e ignorar as ordens.
A expectativa de vida do Buldogue Francês é de 10 a 12 anos.
É essencial ter muito cuidado com as temperaturas nas quais um Buldogue Francês é exposto. Por ser um cão de focinho curto, ele tem muita dificuldade para se adaptar às temperaturas altas, então precisa estar sempre em ambientes frescos e arejados. As dobrinhas do rosto precisam estar sempre limpas e secas, pois quando úmidas, podem atrair fungos e bactérias. As orelhas em pé também causam um número considerável de otites durante o ano - fique atento se seu pet balança demais a cabeça ou coça as orelhas mais do que o normal.
É uma raça bastante carente e que gosta de estar sempre ao lado da família humana. Por isso, não pode ser criada no quintal. Deve estar dentro de casa, ao lado das pessoas que ama. Assim como todos os cães com focinho achatado, costuma roncar bastante, quase que o tempo todo.
Videos
Ainda não temos videos para esse pet